20 março 2014

[Resenha] Feliz Natal Alex Cross - James Patterson

Título: Feliz Natal Alex Cross 
Autor(a): James Patterson
Editora: Arqueiro 
Nº pág: 171
Gênero: Suspense/Policial
Sinopse: É véspera de Natal, tempo de paz e fraternidade Infelizmente nem todos pensam assim. Após deter um ladrão que estava roubando a caixa de doações da igreja, tudo o que Alex Cross quer é ter uma noite feliz com sua família. Mas, para tristeza de seus filhos, de Bree e de Nana Mama, o detetive será convocado para solucionar não apenas um, mas dois casos no feriado. Numa bela mansão, uma família é mantida refém Alex atravessa a cidade rumo a uma das regiões mais nobres de Washington. Henry Fowler, um famoso advogado que viu sua vida e sua carreira serem arruinadas, ameaça matar os filhos, a ex-mulher e seu novo marido. Psicótico e viciado em metanfetamina, Fowler precisa ser detido. Mas a pergunta que não sai da mente do psicólogo que habita em Cross é: o que faria alguém tão bem-sucedido afundar dessa maneira? Envenenamento e terror na estação de trem Convocado às pressas pelo FBI, Cross terá que capturar uma antiga inimiga: a terrorista Hala Al Dossari, que foi reconhecida por uma das câmeras da Union Station. Em pouco tempo acontecem mortes e explosões. Mas será esse ataque seu único objetivo? Ou tudo fará parte de um plano maior, capaz de gerar uma catástrofe nacional?
Alex Cross é o principal detetive de uma série de James Patterson que já está em uns 20 livros, os crimes desvendados nesses livros são independentes, portanto, podem ser lido fora da ordem, mesmo porque, as primeiras edições foram publicadas por outras editoras, mas isso é assunto para um outro post em que colocarei as ordens dos livros, assim como fiz com Harlan Coben. 

Vocês já ouviram falar de Alex Cross, ao menos na Televisão é porque o personagem já foi interpretado n cinema por ninguém menos que  Morgan Freeman em "Beijos que Matam" e "Na Teia da Aranha", ou seja, Alex Cross é "o cara"!!! 

Em Feliz Natal, ele é chamado para resolver um crime em uma igreja, o ladrão é rapidamente pego, porém, Alex já o conhecia de velhos tempos. Quando enfim chega em casa e pensa em passar o resto da noite com sua família, chega uma chamada importante. Alex é convocado para comparecer em uma cena de sequestro familiar, o ex marido mantém a mulher, 3 filhos, o atual marido dela e mais uma mulher em cárcere privado. 

Quando resolve esse crime utilizando de tática psicológica, treinamento policial e uma grande dose de coragem, uma antiga conhecida resolve aparecer colocando a cidade em alerta. Sem ao menos poder descansar, Alex imediatamente parte para outra parte da cidade a fim de solucionar mais uma encrenca. Sera que a família vai perdoa-lo por mais essa ausência?

**********

Para quem se decepcionou com a descoberta do James escrever em parceria com outros escritores (a Chrys já mencionou aqui), não se preocupe, ele assina essa série sozinha, aliás, foi com ela que ele ficou conhecido, ainda bem que esse coelho ele não mata. 

Podem esperar ação, agilidade e capítulos curtos, a narrativa é em primeira pessoa, o que eu adoro, pois facilita o entendimento, ele é rápido, os detalhes e acontecimentos são bem descritos, vão se interligando para que no final, mesmo que esperado, as coisas aconteçam e deem aquele frio na barriga. 

Depois de um tempo lendo sobre o mesmo personagem, considerando que é uma série longa, a gente acaba sempre esperando um pouco mais, porém sempre que eu fecho a última página, não me decepciono. Alex é fera, e James ainda consegue manter a chama da curiosidade acesa. 

Os casos aparecem do nada, jogados no colo do Alex e apesar de serem rapidamente resolvidos, sempre envolvem muita ação e suspense, afinal, porque alguém iria roubar a sacristia de uma igreja? Com que finalidade um advogado bem sucedido, rico e influente, acaba chegando no fundo no poço ao sequestrar a ex família? Tudo tem fundamento, tudo é analisado, é esse raciocino que acompanhamos na investigação do Cross.

O Caso mais interessante desse livro, porém, foi o que envolve Hala, personagem que já apareceu em outro crime/livro, afinal ele envolve fanatismo religioso, e algumas situações decorrentes desse crime são de encher os olhos d'água. Ah James tem isso, ele não poupa algumas descrições, para quem gosta de livros assim, é a pedida!

O livro segue uma sequencia lógica, sendo um ótimo suspense, tem ainda seu toque de humor com a Nana, a Avó do Alex, a leitura é atenta e é difícil largar o livro antes do fim, o que pode ser feito tranquilamente já que ele é pequeno e com capítulos rápidos de serem lidos

Ainda assim, acredito que o lançamento desse livro foi com outra intenção, que era mostrar a falta que Alex ou qualquer outro profissional que tenha que trabalhar nas noites de natal, faz para a família. Tanto é que foi o livro em que os crimes foram solucionados com mais rapidez.

Apesar de servir a uma corporação e salvar vidas, o que chamou a  atenção foi falta que esses profissionais fazem para seus familiares e a constante dificuldade em decidir entre a razão e a emoção.


Comparado com outros livros da série, esse foi leve, gostoso e passou muitas mensagens bonitas.


E você, conhece Alex Cross?

Um Beijo

9 comentários:

  1. só conheço o Alex pelas suas resenhas, o que me chama muita a atenção é o fato do autor conseguir manter essa série longa, mas com uma qualidade indiscutível, como você mesma disse não importa como quando fecha a página de um novo livro você curte!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro os livros deste autor... adoro suspense, desvendar mistérios... quem é o assassino, o bandido.
    Gostei deste ser mais leve também... ás vezes é bom algo mais "light", hehe...
    Que bom que está série é só do James... acho que ele escreve melhor só tb :)

    ResponderExcluir
  3. Eu realmente fiquei desapontada com esses livros em parceria, não esperava algo "meia boca" do Patterson.
    Mas como você bem disse, ainda bem que ele não larga o que deu certo.
    Quero ler o livro.. gosto dessa agilidade da trama e também de como ela acaba despertando a curiosidade e criando envolvimento no leitor.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Sara, sou fã do autor, principalmente quando ele escreve neste gênero policial - suspense. Assim que fiquei sabendo deste livro, já o coloquei na lista de leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Gostei da temática da história,drama,suspense ação muito curiosa para ler!
    Beijinsss!

    ResponderExcluir
  6. Noossa eu ainda não li nada do James, mas tenho muita vontade. Fiquei super curiosa quanto a esse livro, uma vez que querendo ou não ele passa a lição que muitas vez em quanto nós estamos divertindo, tem pessoas trabalhando, gostei do fato dele ter capítulos curtos, acho que a leitura flui mais rápido e a obra parece ser bem envolvente!! Beijos!



    Meu Diário

    ResponderExcluir
  7. Oi Sara, será que os livros que ele assina sozinhos são mesmo escritos por ele? Sei lá, depois que contei para Chris dessa coisa sobre a terceirização dos textos dele fiquei com uma péssima impressão do James e com dois pés atrás. De qualquer forma, por gostar de policial, não posso negar que tenho curiosidade de ler os livros. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  8. Vixe esse negócio de terceirizar a escrita foi um tiro no pé, pois muitos leitores se decepcionaram com ele, mas quem sabe assim escrevendo soxinho a gente dê crédito para ele né? Eu ainda não li nada dele, e nem está entre minhas leituras de urgência, e deixo pra beeeeeeeeeeeem depois!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Sara!! Ai este autor me mata de tanta curiosidade, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum de seus livros, mas depois de ler sua resenha fico me perguntando o porque ainda não comprei nenhum de seus livros,mas confesso que tenho vários de sue livros na lista d e desejados. Eu nunca li nada dele você indicaria eu começar por este livro??
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!