25 abril 2014

[Old but gold] Sacode a sininho pra ver se faz barulho

Oiiii, tudo bem com vocês?

Quando falamos em fadas, dificilmente nos vem outra imagem à cabeça que não a da fadinha Sininho - Tinker Bell -, ou até mesmo das fadas Madrinhas, como no caso da Cinderela. Mas na realidade, as fadas não tiveram origem nos contos de fadas que nossos pais nos contavam quando pequenos, mas sim na mitologia celta, anglo-saxã, nórdica e germânica. As criaturas que são tidas como as fêmeas dos elfos, geralmente são retratadas como figuras humanas femininas diminutas, com asas de libélula e com varinhas de condões.

Driade - Fada da Floresta

O que muitos não sabem é que fadas, elfos, gnomos, duendes, etc, pertencem a uma raça chamada Fae, que é basicamente o "povo da floresta". Esse povo possui uma variedade sem tamanho, tendo várias versões dependendo de qual mitologia está sendo retratada, como é o exemplo das Driades e Ninfas presentes nas obras do tio Rick Riordan, que são, respectivamente, fadas das árvores (em suma os carvalhos) e das águas, sendo esta última muitas vezes confundida com sereias.

Outro exemplo que temos desses dois tipos de fada são os presentes na aclamada série de filmes e livros Crônicas de Nárnia. Lembram das pétalas de flores que assumem a forma humana e dançam, ou os espíritos aquáticos que tentam avisar que o barco do Príncipe Caspian deve se afastar da ilha? Então, aqueles são exemplos de fadas. Apesar de serem em suma taxadas de seres pequenos com asa de libélulas ou bolas de luz com asas normais (vide o famoso jogo Zelda da Nintendo), elas não são limitadas a estas formas e podemos encontrar seus mais variados exemplos na literatura atual, como a série Encantados do Ferro, Bruxa do Ferro (segundo algumas mitologias, os Fae são alérgicos ao ferro), Terrível Encanto e outros.


Etimologicamente falando, fada provém do latim fatum, que significa destino, fado e exatamente por esta razão é que acredita-se que ela seja um ser mágico que influencia positivamente no destino das pessoas. Os estudiosos da teosofia (conjunto de conhecimento que reúne filosofia, religião e ciência) defendem que as fadas seriam os seres responsáveis pela defesa dos quatro elementos (ar, água, fogo e terra). Na cultura popular, temos ainda a famosa fada do dente, que troca os dentes das crianças por presentes durante a noite.

Dama do Lago - Guardiã da Excalibur. 

Na literatura e cinema, temos algumas fadas famosas, com poderes diferentes, mas não menos interessantes:

- Morgana - a fada protetora do Rei Arthur;
- Thinker Bell (Sininho) - fiel companheira do Peter Pan;
- Sookie Stackhouse - personagem meio fada e meio humana da série True Blood de Charlaine Harris;
- Fadas mordentes - são pragas domésticas e venenosas nos livros de Harry Potter;
- Dama do Lago - De nome Viviane - Amante do mago Merlin e que é apresentada muitas vezes como a guardiã da Excalibur;
- As Musas - seres que são responsáveis pela inspiração e criatividade da humanidade - presentes da série de TV Charmed. 

Chegamos então à conclusão de que tomar as Fadas como algo frágil e delicado, pode, muitas vezes, ser o primeiro e último erro que muitas pessoas vão cometer, afinal, tamanho não é documento são nos pequenos frascos que são guardados os mais mortais venenos e mais caros melhores perfumes!.

Texto por Matheus Braga e Chrys Audi. Selo Alphabeta de qualidade.

13 comentários:

  1. Seeeeeempre gostei de fadaaas! Sejam elas boas, más, pequenas, grandes, bonitas ou feias! Não me importo, queria muito ver uma ( aí vem a parte do sim, eu acredito em fadas, sereias, seres da florestas, etc) !!!!! Imagina quantos segredos essas criaturas não têm? É claro que deve existir explicação pra tudo neste mundo nem tão grande assim em que vivemos, o problema é que nós somos muito bitolados quando o assunto é fantasia, taxada apenas por fantasia e nada mais, por que essa "fantasia" não pode ser uma fantástica realidade???? Eu acredito que sim, sim, sim e siiim!

    ResponderExcluir
  2. Esse post está divertido, inclusive o título! rs
    Não sabia sobre a origem da mitologia, muito menos o significado original do nome. Bem interessante.
    Eu sou uma das pessoas que sempre pensou em fadas como frágeis e bobinhas. Mas agora já não penso assim. Se encontrasse com uma, não falaria nada disso! rsrs
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post!
    Não sabia que tinha tantos tipos de fadas. Em alguns livros, eles retratam as fadas como seres maldosos ou não muito confiáveis, como em Instrumentos Mortais.
    Eu confesso, sempre associava fadas a Sininho rs

    ResponderExcluir
  4. fazia tempinho que vocês não escreviam sobre esses seres sobrenaturais, aprendi mais sobre as fadinhas, aliás pensar nelas só como a Sininho é tampar um pouco da sensualidade e da mitologia por trás delas :)
    adorei o post!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gostei da especificidade, assim a gente entende melhor, mas você poderia falar de livros específicos dessa raça, e não apenas das participações especiais que elas tem como você citou no fim do post! Adorei, vou ficar aguardando mais e mais posts assim.
    PS: Lembrei de uma cena do filme ET, a mãe dos meninos contava uma passagem de Peter Pan: -Você acredita em fadas?
    Se sim bata palmas trẽs vezes!!!

    ResponderExcluir
  6. Nooossa sou completamente apaixonada por fadas hehehe boas é claro. Admiro muito a Morgana e a Viviane. Realmente sempre que falam em fadas lembramos da Cinderela, da Bela Adormecida, entre outros contos de "fada". Achei o texto muito bacana!!!

    Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  7. Owwwn vizinha ;)
    Que texto mais explicativo e esclarecedor! Pois só sabia sobre fada quando aparece em livros ou times. E só conhecida a Sininho e a Morgana nem sabia ou lembrava que é fada.
    ( vira e mexe tô cantando a parte do filme - vc acredita em fada ..acredito, acredito .. Boba eu )

    ResponderExcluir
  8. E não vamos esquecer de que existem muitas fadas más por aí! Fadas também podem ser seres egoístas, geniosos e com uma péssima índole. Sinceramente, para mim essas são as melhores, porque fogem completamente do estereótipo que vemos nos contos de fadas e desenhos da Disney. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  9. Haha adorei o título do post! Adoro fadas, mas pelo que me lembro até hoje não li nenhum livro no qual elas fossem protagonistas, lembro da série Os Instrumentos Mostais da Cassandra Clare que cita os Fae e a série Nascida à Meia-Noite da C.C. Hunter que também os cita. Alguns dos livros que vc citou estão na minha wishlist e espero lê-los algum dia, rs.

    ResponderExcluir
  10. Não sabia nada disso e fiquei de boca aberta com a riqueza das informações, que aliás eu adorei saber. Encerraram a matéria com chave de ouro, com uma frase ótima!
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  11. Tem um livro que leva no título "Fae"... agora entendi o porquê do nome, hehe...
    Adorei este post. Adoro fadas e gosto das mais diferentes, mas minha preferida ainda é a Sininho.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  12. Que legal, sempre vejo estórias de fadas por aí mas nunca conheci sua origem e achei bem interessante. São seres muito interessantes e percebemos que elas não tem nada de delicadas e frágeis! :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Chrys, tudo bem?

    Já li "A Guerra dos Fae: As Crianças Trocadas", portanto, já tinha conhecimento sobre alguns. Mas mesmo assim, não imaginava que esse universo se estendia a mais "espécies". É muita informação, o que deixa tudo rico.

    Abraços,
    Gustavo Demétrio
    Blog Vida de Leitor

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!