17 julho 2015

{Resenha} Os Príncipes encantados também viram sapos - Megan Maxwell

Megan Maxwell
Nome do livro: Os Príncipes Encantados também viram sapos
Autor(a): Megan Maxwell
Editora: Suma de Letras
Nº de Pág: 376
Classificação:

Sinopse: Kate e Sam se conheceram muito jovens, durante férias de verão na Califórnia, e se apaixonaram à primeira vista. O amor entre eles supera o tempo e a distância e, ao terminarem a faculdade, ele a pede em casamento.
Os anos se passam e o casal parece ter construído a vida perfeita: eles têm uma carreira de sucesso, duas filhas lindas e ainda são apaixonados. Sam, que cresceu em um orfanato, conseguiu com Kate tudo o que sempre quis: uma grande família.
Até que um telefonema muda tudo...

Este é o meu primeiro contato com a escrita da Megan. Não li seus best-sellers por falta de afinidade com o tema hot, mas achei a proposta desse livro incrível e resolvi viajar com Kate e o Sam. No fim Megan provou que um romance pode sim ser bem escrito sem precisar contar com cenas picantes e ganhou meu respeito.

Infelizmente não posso contar nada além do que a sinopse já apresenta porque o livro já traz em seus primeiros capítulos o ápice das revelações. Essa forma de apresentar a problemática foi fantástica, Megan mostrou que consegue prender o leitor não só pela curiosidade em saber "o que" vai acontecer, mas em "como os personagens resolverão" o problema.

Sam e Kate se conheceram e se apaixonaram ainda jovens, enquanto cursavam a faculdade. A princípio, o que parecia apenas um amor de verão tomou conta dos dois e com o final do curso, Sam viajou até NY apenas para ver Kate. Na noite da formatura, Sam fez o pedido.

Mesmo anos após o sim, o casal vivia um verdadeiro conto de fadas, não somente até a conquista, mas depois do "e foram felizes para sempre". Compreensão, companheirismo, respeito e principalmente o perdão eram os alicerces da relação e consequentemente da família toda.

Serena e Terry, mãe e irmã de Kate, moravam com eles. Cat e Ollie eram as filhas do casal. Michael, o amigo inseparável de Sam e Shalma a de Kate. Aquele lar que estava sempre cheio e com muito amor e humor! Até que o telefone tocou.... nada mais foi o mesmo!

O segredo de Sam veio à tona, me chocou e causou a separação do casal. O que antes era impossível de imaginar (até para nos leitores) se concretizou. Agora, cada membro daquela família teria que aprender a lidar e conviver com esse segredo porque apenas o perdão não era suficiente.

Megan construiu uma narrativa inteligentíssima, uma vez revelado o clímax logo no início, ela deu ênfase à atitude humana, como cada um vai reagir? Dessa forma, nós leitores conseguimos nos colocar na pele dos personagens e talvez, mudar de opinião a respeito de um tema tão polêmico e controvertido. Quem conseguirá entender mas não perdoar? quem conseguirá perdoar mas não compreender? É impressionante como conseguimos perceber o quanto nossos erros refletem e afetam as pessoas à nossa volta, principalmente em nossos filhos.

Tenho o dever de ressaltar que Megan caprichou no cenário secundário, personagens como Michael cativaram meu coração, a tensão entre ele e Terry é tangível, Serena é um amor e Ollie então, nem se fala. No fim, temos um romance onde não há personagens principais e coadjuvantes, aqui, todos são cativantes e se tornam queridos.

Para aqueles que não simpatizam com o tema traição, uma advertência: aqui a traição é apenas um pretexto, o romance é muito mais profundo e delicado e quem o pré julgar sem antes conhecer o conteúdo complexo construído por Megan, irá se arrepender! Diferente dos romances que mostram apenas a conquista e a promessa do "felizes para sempre", OPETVS mexeu comigo por ser tão real, tão destruidor de ilusões, porque o amor é perfeito, mas os seres humanos não.

E vou adiante, o tema "amor" aqui é trabalhado de forma tão ampla, que vai além do amor romântico, tem amor de filhos por pais, de pais por filhos, de amigos, de irmãos e até de sogra, rs. No fim, quem é perdoado tem o dever de perdoar? Somente os príncipes viram sapos?

Megan me surpreendeu absolutamente com a construção de um cenário diferente de seus romances hot, fico feliz por ter me permitido fazer essa leitura sem generalizá-la.

E de forma a justificar a nota 4 depois de tantos elogios, isso se deve ao fato de que demorei tempo demais para acreditar no amor de Kate e Sam, o início do livro se passa em uma velocidade assustadora e demorei a me conectar com eles, a sentir compaixão e pena e até mesmo compreensão.

Adorei e super recomendo!

14 comentários:

  1. eu não costumo curtir os livros da Megan, mas fico curiosa com este livro... o título e a sinopse me ganharam
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie, bom dia!
    Nunca li nada da Megan, mas achei esse livro bem interessante... É uma temática que não estou muito acostumada a ler, e saber que logo no começo somos apresentados ao grande problema e que acompanhamos o desenrolar da situação para cada personagem, me chamou bastante a atenção... Faz tempo que não leio um livro onde o amor é representado de tantas formas, então acho que se tiver oportunidade, irei dar uma chance ao livro.

    Mil beijos e um maravilhoso fim de semana :*
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  3. Ola lindona eu não li nada da Megan, mas confesso que sua resenha me deixou muito curiosa, e essa ligação que vai desestruturar toda uma família e o tema amor me chamou atenção. Vou comprar para ler, é bom ver a autora diversificando os gêneros . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Chrys, tudo bem?

    Eu tive uma experiência muito negativa com os livros da Megan Maxwell, por isso me recusava a ler qualquer outro livro dela. Mas lendo sua resenha eu fiquei bastante curiosa, já que a premissa dele foge dos padrões que a autora escreve. Por isso, pode ser que eu leia para tirar a má impressão que tenho da escrita da autora. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?

    Ainda não li nada da Megan Maxwell, as opiniões são bem divididas sobre essa autora. Mas tenho curiosidade de conhecer a escrita dela. Gostei bastante da sua resenha, pelo que entendi é o livro mais diferente dela até agora né? Quem sabe não começo por ele né? Já está na lista de desejados. Parabéns pela resenha!

    Beijos, Rob
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Assim como você nunca senti vontade de ler os livros dela pelo gênero, porém esse livro despertou minha curiosidade. Estou morrendo de vontade de saber o que o telefonema diz, mas acho que você mencionou indiretamente sobre ele na resenha (posso estar enganada). Gosto de livros que me tras reflexões como as suas, deixam questões no ar para os leitores poderem refletir com o livro.

    ResponderExcluir
  7. Como você, também não tenho afinidade como gênero hot, e por isso até hoje também não li nada da autora. Mas quando vi esse livro me interessei, aí vi uma resenha que me deixou com receio de embarcar na história, mas agora você me animou de novo. Pena que você demorou a acreditar no amor de Kate e Sam, mas já vou me preparar para isso. Gostei muito da autora ter dado ênfase à atitude humana.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Chrys, tudo bem?

    Nunca li nada da Megan, e pensava que ela só escrevia livros hots, que eu até leio, mas não sou fã. Gostei de saber que ela escreveu sobre outro gênero e se saiu bem. Gostei dessa atitude dela de colocar a revelação do mistério logo no início, porque tem muitos autores que enrolam e só revelam no final, e a gente acaba se prendendo tanto e a revelação acaba nem sendo grande coisa. Nesse não, o leitor se prende pelas atitudes que serão tomadas depois.

    Não gosto muito de livros sobre traição, mas pelo que você disse, é só um contexto para algo maior, e gosto de livros que abordem o amor em todas as suas vertentes e não só o amor romântico. É um livro que com certeza eu leria.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  9. Olá... só conheço a autora por escrever livros hots... tenho uma amiga que gosta muito dela e vira e mexe ela está com o livro de autoria dela . Esse livro eu não conhecia bem, mas confesso que não me interessei pela leitura, apesar da premissa apresentada ser bem interessante sabe, porém eu sei que não vou ler, vou deixar a dica passar... que bom que curtiu a leitura e que pode perceber que a autora consegue fugir um pouco da temática a qual está acostumada a escrever... xero!!

    ResponderExcluir
  10. Oi Chrys, tudo bem?
    Menina que ligação é essa que acabou com a felicidade de todos? Já imagino o que seja, mas mesmo assim fiquei mega curiosa. Nunca li nada da Megan, mas depois dessa resenha é provável que eu leia esse livro. E concordo quando você diz que o amor é perfeito mas os seres humanos não. Dica anotada.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  11. Faca de 2 gumes esse começo tão acelerado. Ao mesmo tempo que prende o leitor já delineando a história também pode acontecer o que vc sentiu, de não se envolver na história dos personagens, tudo que foi desenvolvido anteriormente à primeira cena. A sinopse dá muita vontade de ler, vou pensar seriamente no caso.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Chyrs eu já havia lido uma resenha anterior desse romance e o que me chamou atenção foi justamente o fato de ele não ter aquela pegada hot tão característica da autora. Por mais complicado que seja dizer isso eu tenho certo receio de livros assim, então nunca pensei em ler algo dessa autora, até que conheci esse livro. Contudo a outra resenha que li ressaltou algumas coisas que talvez não me agradaria, além de também dizer que a empatia com o casal acontece bem lentamente, então já não tenho mais certeza se irei gostar. Mas sua resenha me deu novo gás e talvez eu me aventure :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Chrys.
    Sou dessas que nunca vai julgando um determinado assunto abordado, então o tema traição não é um empecilho pra mim. Deixei a questão do amor em suas diversas formas chamar a minha atenção, falar mais alto e foi isso que me deixou interessada na história, principalmente o amor de sogra porque eu fui abençoada e ganhei uma mãe <3.
    Nunca li nada da Megan, justamente por causa das partes picantes mas é muito bom saber que ela construiu em enredo bacana não deixando essa sua característica se sobressair.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  14. Oiiii
    Nunca li nada da Megan pelo receio pelo livro ser hot, mas fiquei feliz em saber que ela conseguiu construir uma história bem interessante.
    Fiquei super interessada no livro e acho que esse vai ser um belo livro para eu me iniciar na inscrita da autora.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!