20 dezembro 2013

[Resenha Especial] Anjos à mesa - Debbie Macomber

Olá queridos amigos!

As festas de fim de ano estão chegando, é um momento para reunir aqueles que amamos e celebrar. A leitura de Anjos à Mesa nos inspirou e resolvemos compartilhar com vocês, ao final desta resenha, receitas de pratos especiais, que nossa família adora. Esperamos que curtam e confiram também os links das receitas das blogueiras amigas participantes dessa postagem coletiva.

Chrys, Elis, Cida, e Paty
 * Blogueiras à Mesa *

Anjos À Mesa - Debbie Macomber
Título: Anjos À Mesa
Autor(a): Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Nº pág: 224 páginas
Sinopse: Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável - especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de um de ano da Times Square.
Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por "acidente", Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não?
Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal.

Resenha

O livro tem apenas 224 páginas, portanto, a primeira coisa importante a ser dita é que: a sinopse já foi reveladora o suficiente! Anjos à mesa é uma história de amor na época de Natal, uma mensagem de esperança aos descrentes nos milagres de Deus.

Neste livro, Shirley, Goodness e Mercy são anjos que auxiliam no atendimento às orações realizadas por nós, humanos. Will é um aprendiz e está sob supervisão destas 3 atrapalhadas anjos. Contrariando as orientações de Gabriel, chefe dos anjos, eles descem à terra momentos antes de um novo ano chegar e fazem com que Lucie e Aren se trombem e se conheçam. 

Acontece que esse encontro estava nos planos de Deus, porém, não naquele momento e essa antecipação acaba comprometida, esse descuido colocou em risco o futuro do casal. Lucie não comparece ao encontro marcado para a semana seguinte, pois sua mãe foi hospitalizada, com isso e sem terem trocado telefones, ambos seguem sua vida separados. Não contentes com o papelão de brincar com o destino alheio, estes 4 trapalhões resolvem "ajudar" o casal e complica ainda mais a relação do casal. 

Eu achei a mensagem trazida por Debbie do que acontece quando desviamos nosso destino, quando não cremos no tempo de Deus, simplesmente fantástica. É uma mensagem linda de esperança para seres que são ansiosos por natureza! Tudo tem seu tempo gente e NADA acontece por acaso.

Porém, eu dei apenas 3 estrelas para ele e explico para vocês o porquê! Como aconteceu em "O amor mora ao lado" o livro ficou fininho e raso, muitas coisas importantes para um romance ficaram faltando e com isso, algumas personagens deixam de cativar. Entendam, eu amei a parte do romance e tal, mas os anjos não foram engraçados como prometido, nem senti empatia por nenhum deles. As partes em que eles aparecem ficaram de certa forma, dispensáveis.

E como pode um livro sobre anjos dispensar exatamente essa parte? Não é novidade que não curto anjos, mas essa ideia de anjos no natal, de milagre de natal me atrai e muito, mas não aconteceu aqui. Eles fizeram tantas coisas inexplicáveis e inacreditáveis que no final ficaram por conta do acaso. :(

Eu queria mais Lucie e Aren! A mãe dela também é uma graça! Adorei os humanos! Leia em uma tarde de férias ou em um final de semana das festas de fim de ano! Você irá se entreter!



Blogueiras à Mesa



Todas as Coisas do Meu Mundo
Charuto de folha de uva
Sorvetone 

Arquivo Passional
Arroz de Farofa 
Pavê de Sonho de Valsa

Leituras da Paty

Salada de feijão fradinho com bacalhau
Charlotte de abacaxi

Moonlight Books

Farofa Especial
Rabanadas


Receita: Charuto de folha de uva


Essa receita é de origem árabe e feita em minha família desde antes de eu nascer. A receita me foi dada por minha avó (já falecida) e tento manter essa tradição viva.

Ingredientes:
500 gr de folha de uva (encontra-se em sacolão ou feira livre)
500 de músculo cortado em bife
1 col. sopa manteiga (manteiga mesmo, não margarina)
1 dente de alho moído no sal
8 dentes de alho descascados e inteiros
sal a gosto
500 gr de carne moída
250 gr (1 1/2 xícara) de arroz lavado e escorrido
1 col. sopa óleo


Preparo: 
1) Tempere o bife com o alho moído no sal. Em uma panela de pressão, colocar no fundo, as piores folhas que vierem, com o lado de fora da folha para baixo. dispor os dentes de alho inteiros, colocar o bife de músculo por cima e reserve.
2) Misture o arroz, a carne moída, o óleo e o sal, este é o seu recheio do charuto.
3) Lave as folhas de uva e passe-as em água fervente para que amoleçam um pouco.
4)Para rechear cada charuto, você deve colocar a parte mais opaca virada para cima, colocar uma quantidade razoável (não muito pois pode estourar e nem pouco para não ficar folha em excesso) na parte mais larga da folha e enrolar, não esquecendo de dobrar as laterais para dentro para não vazar o recheio. Deixe uma pequena (pequena mesmo) folga, pois o arroz vai cozinhar dentro do charuto e crescer.
5) Coloque todos os charutos na panela de pressão, em camadas, tentando preencher TODOS os espaços livres. (o ideal é seguir o círculo da panela e fazendo círculos menores até o centro e cobri com nova camada). Deixar bem apertadinho.
6) Depois de colocar todos os charutos, colocar um prato virado para baixo em cima dos charutos, para que eles não boiem e se soltem na panela.
7) cobrir com água, e suco de limão a gosto (na minha família a gente gosta de bastante, rs)
8) Cozinhe em fogo brando por mais ou menos 1h e meia. caso necessário, acrescente uma ou duas xícaras de água durante o cozimento (o suficiente para não deixar queimar os charutos e ficar um caldinho, mas não muito a ponto de tirar o gosto).
Sirva com coalhada fresca (se quiser).

Receita: Sorvetone

Ingredientes: 
1 panetone ou chocotone
1/2 pote de sorvete (sabor à escolha)
1 copo de guaraná
250 gr. de chocolate meio amargo
1/2 Xíc. Chá de creme de leite
Confetis vermelhos e verdes

Preparo:
A primeira coisa é cortar a tampa do seu panetone, separando-a do resto. Fazer uma cavidade e retirar o recheio, deixando bordas largas e um fundo razoável. Regue o panetone e a tampa com o guaraná. Preencha o buraco com o sorvete, apertando-o. Após, colocar novamente a tampa do panetone no lugar certo.
Derreta o chocolate meio amargo em banho maria ou no microondas e após estar bem derretido, tirar do fogo e misturar o creme de leite (mexer bem). Essa mistura deverá cobrir todo o panetone e selar a tampa. Colocar os confetis para decorar. E está pronto! Manter gelado!

Que neste Natal haja fartura, harmonia e amor em suas mesas e em seus corações Preto de copas (cartas)



Beijos!!!



26 comentários:

  1. Oi amiga! Também dispensaria os anjos, eu curto enredos com estas criaturas, estilo Fallen e Hush, Hush. Realmente o humor não convenceu e tirou a seriedade do romance, quebrou o clima, não me fazendo suspirar como eu desejava.

    Já anotei a receita do Sorvetone.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o romance não tivesse os anjos, teria sido melhor, não é Cida?! Porque eles só causaram a separação do casal...kkkkk
      Só gostei da passagem do camelo!

      Beijão

      Excluir
  2. Ah, não solicitei esse livro e depois de sua resenha, mesmo tendo visto que você deu apenas 3 estrelas, fiquei curiosa e com vontade de ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babi,
      Eu dei 3 estrelas pois sou chatinha com anjos...kkkk
      A Mensagem dele de fé e esperança é muito bonita e vale a pena!

      Beijão

      Excluir
  3. Oi Chrys! Caramba... adorei a resenha e a ideia das receitinhas de vocês. Ficou ótimo!
    Eu ainda não li esse livro, mas to com ele aqui, será minha próxima leitura. Eu adoro anjos, mas como você disse aí, eles deveriam ter mais ênfase se a historia é sobre eles.

    Beijoss!!!
    Meu Livro, Meu Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque,
      Depois que você ler, me conta o que você achou! Achei que eles tinham que ajudar e não atrapalhar, entende?! Sõ os 3 patetas...kkkk

      Beijos

      Excluir
  4. deu fome ver as receitas! sorvetone, que delicia, vou fazer!!!!!!!!!!!!! muito bom!
    olha o que eu senti é que os anjinhos são quem deveriam dar o humor a trama, quem nunca tentou ajudar e acabou atrapalhando? kkk sou meio riso fácil por isso acho que iria adorá-los, não tem mensagem melhor de fé e esperança no natal que esse lindo livro!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Chrys!!!
    Eu curto anjos, mas não achei as trapalhadas do quarteto engraçadas, embora tenha gostado da mensagem geral do livro. Quanto às receitas, as que herdamos dos nossos ancestrais são as melhores, não é? O charuto cozinha em fogo brando na pressão mesmo? Hummm sorvetone, que delícia!!!
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  6. Que fofo o livro. Adoro essas histórias natalinas e que nos trazem lições, principalmente nessa época do ano.
    Adorei a receitinha... Vou caçar um tempo pra testar, haha. Tô adorando essa vibe cozinheira \o/

    Beijos, Chrys :)
    www.segredosentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hahahaha! Acho que além de fazerem minha lista de livros aumentar vocês estão querendo que eu engorde também!

    ResponderExcluir
  8. Não gosto muito de livros de natal, mas tenho certeza que a Debbie deve ter feito um belo trabalho. Por mais leves que seus livros sejam, empre deixam uma boa mensagem e afinal, é essa a intenção dos livros. Passar uma mensagem, por mais previsível ou óbvia que possa ser.
    E acho que as receitinhas no final dos livros dela acabou inspirando vocês dos blogs, heim? Haha
    Adorei!

    ResponderExcluir
  9. Oi Chris, eu estava bem curiosa com a sua resenha, porque esse livro chamou muito a minha atenção. Acho que a autora não quis falar dos seres angelicais em si, e si da bagunça que eles causaram. Apesar das suas três estrelas ainda quero muito ler e conhecer essa história. Adorei a ideia das receitas, como sou uma formiga gostei mais do Sorvetone kkk

    Beijos, Raquel.

    ResponderExcluir
  10. Oi! Também não gosto de livros com anjos, a decepção com Falen foi demais. Me interessei por esse livro pela moral da história: tudo tem seu tempo. E que receitas maravilhosas em!
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ah, eu tava até animada com a esperança do comédia que estaria por vir, mas.... Fora isso adorei a resenha e as receitas.

    ResponderExcluir
  12. Aii eu amo histórias de anjos mas apesar da premissa interessante não fiquei com vontade de ler Anjos à Mesa, chega de livros rasos. Lerei quando quiser uma coisa mais despretensiosa. Tinha receita de que nesse livro? kkkk Debby Debby! Adorei suas receitinhas mas sou preguiçosa, acho muito empenhos fazer tudo isso, prefiro só comer kkkk O problema é que agora eu to com fome e daí fiquei lendo esses ingredientes aí e a fome só aumentou, que coisa! rsrs

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Chris, adorei a resenha, apesar do alerta a respeito do tamanho do livro e da sua pouca profundidade, fiquei curiosa sobre a mensagem que a história traz. E para tudo guria?! Que receita diva e mega calórica é essa de sorvetone?! Socorro, boa demais! Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  14. Nossa, que criativo as receitas... já anotei tudinho aqui.
    Quando comecei a ler a resenha pensei "poxa esses anjos devem ser uma comédia" aí vc me joga um balde de água fria (risos).
    Super Abraço, Victor Rosa

    ResponderExcluir
  15. Finalmente encontre alguém que também não curte a figura de anjos! rs
    Mas a história parece fofa, apesar das falhas e incoerências. Gostaria de ler!
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Ok, ok... ja entendi q alem de causar um rombo no meu cartão de credito vc tambem quer causar um desgraça na minha dieta de fim de ano! kkkkkkkkkkk XD

    ResponderExcluir
  17. Eu aindda não me animei a ler nenhum dos romances da autora, parece que ela tem boas idéias para suas hostórias mas o desenvolvimento deixa a desejar, leveza é bacana mas superficialidade me irrita. Como eu comentei no blog da Elis eu amei a idéia de vocês partilharem as suas receitas

    ResponderExcluir
  18. Apesar de gostar de coisas fofas, não sou fã de anjos, rsrs... Mas a história é gostosa, especialmente nessa época do ano.
    Adorei o livro, mas enchi mesmo os olhos com as receitas, rsrs... Em tempo de quebra de dieta, por que não me jogar numa delícia assim, não é? O problema é ganhar em uma semana o que levei emses para perder, hahahaha!
    Que venha 2014, com seus desafios, surpresas e, dessa vez, eu vou caprichar para ser a autora do meu ano. Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  19. Eu não curto muito livros que se passam na época natalina, não sei, em minha opinião a maioria deles é carregada de uma falsa magia e as coisas meio que parecem forçadas. Posso estar equivocada, mas é minha opinião. Por isso não expresso interesse pelo livro, mas adorei a receita de sorvetone.

    ResponderExcluir
  20. Anjos à Mesa foi a minha última leitura e eu gostei da mensagem de fé que a autora transmitiu mas senti que ela deveria ter desenvolvido mais outros aspectos do livro, entre eles o romance, eu comecei a ler esperando por um romance e o tive, mas eu queria ter lido mais cenas sobre a interação do casal e os anjos, também não tive empatia por eles, achei que a Debbie tentou fazer graça onde não tem como, cheguei até a acha-los ridículos em várias partes do livro, mas é uma leitura rápida, então, apesar de tudo, acho que vale a pena.

    ResponderExcluir
  21. Ah que pena que uma historia que teria tudo pra ser legal não tenha sido bem trabalhada, mas mesmo assim, creio que eu vá me divertir com as trapalhadas desses anjos e também só pelas lições que o livro tenta passar pro leitor de que tudo tem seu tempo, já é válida essa leitura! E essas receitas Chrys??? Já copiei todas, afinal, eu amo cozinhar, esse é o meu trabalho né! Bjão! :)

    ResponderExcluir
  22. Gostei da receita de sorvetone, vou pedir para minha mãe tentar fazer porque eu sou péssima na cozinha. Eu queria tanto ganhar este livro. Espero que em 2014 eu tenha a oportunidade.

    ResponderExcluir
  23. Fiquei bem curiosa pela temática do livro, gosto muito de anjos e esse livro me lembrou um pouco Um Conto de Natal de Charles Dickens, gostaria de ler mesmo com as 3 estrelas hahaha afinal, se a mensagem é boa porque não dar uma chance, não é?
    Parece ser uma fofura de livro, mas fiquei um pouco preocupada pelo fato de o romance ficar meio superficial e tal... mas, é ler para saber!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!