16 dezembro 2013

[Resenha] Dois Rios - T. Greenwood

T. GreenwoodTítulo: Dois Rios 
Autor(a): T. Greenwood 
Editora: Novo Conceito
Gênero: Drama
Nº páginas: 448

Sinopse: Harper Montgomery vive ofuscado pela tristeza. Desde a morte de sua mulher, há 12 anos, ele aprisionou-se em uma pequena cidade, Dois Rios, onde todo mundo se conhece, porque ali — justifica-se — poderia criar melhor sua única filha. Atormentado pelo desgosto, Harper prefere esconder-se. Mas a verdade é que a morte de sua mulher é somente um dos motivos de sua dor. Além de sofrer por sua perda, ele se sente culpado por um ato abominável: quando mais jovem foi cúmplice de um crime brutal e sem sentido. Há muito sentimento em jogo quando se trata de sua vida cheia de remorsos... Então, um acidente de trem oferece a Harper a chance de redenção: uma das sobreviventes, uma menina de 15 anos, grávida, precisa de um lugar para ficar, e ele se oferece para levá-la para casa. No entanto, a aparição dessa menina, Maggie, não tem nada de simples acaso, talvez, ela tenha alguma coisa a ver com o crime do qual ele participou um dia...


Harper Montgomery e sua filha Shelly acabaram de mudar da casa da tia da menina para um local só dos dois. Faz doze anos que a esposa dele morreu e uma tragédia também marcou sua vida. Ele carrega a dor da perda, e a dor de um segredo que o atormenta, ainda assim ele sobrevive pela filha.

No dia do aniversário de Shelly, ele que trabalha na estação ferroviária, recebe uma notícia em seu escritório, um trem descarrilhou na curva do rio e há muitos feridos, mortos e desaparecidos. Harper corre ao local do acidente para ver no que pode ajudar, o lugar está um caos, pertences boiando, pessoas chorando, gritos...

Harper mal repara em uma garota negra que está á sua frente, molhada, grávida e totalmente perdida. Maggie se apresenta e pede um lugar para descansar, até que ela resolva o que fazer, já que estava sozinha, depois de muito pensar ele aceita que ela fique uns dias, afinal, ela está grávida, embora ela vá chamar muita atenção ele não vê problemas nisso.

Harper leva Maggie para casa e inventa uma desculpa para Shelly e todos que perguntam da menina. Os dias passam e Harper investiga alguns furos na história de Maggie, afinal quem ela é? porque ela o procurou na estação antes mesmo de se apresentar a ele? O que ela faz ali na cidade bem quando aconteceu uma tragédia?

Ele começa então a relembrar sua história com Betsy, a esposa querida que viera a falecer, será que há alguma redenção em ajudar alguém necessitado? Ele poderá ser perdoado por Deus? Quantas respostas precisam ser respondidas para que ele possa conseguir viver em paz, por ele, por Shelly e por sua esposa?


Confesso que eu esperava um romance, e não fiquei surpresa com a classificação do livro, é um drama, tem um pouco de mistério, tem ali e aqui um pouco de romance, porém ele é um drama acima de qualquer coisa.

O livro inteiro intercala capítulos do passado e do presente, sendo que no passado é desde que ele é criança e começa a se apaixonar por Betsy, temos então uma visão total das personagens, a construção deles é perfeita, como os capítulos são intercalados, a ânsia de ler logo pra saber a continuação do anterior é muito forte. 

O amor é descrito de uma maneira profunda, afinal quantos anos depois ele ainda ama a esposa? Até quando ou quanto podemos amar alguém que já se foi?

Porém Harper não me ganhou de cara, eu acho que demorei pra entrar na mente, no sofrimento e nas vontades dele, por vezes tive vontade de dar um grito pra ver se ele reagia a alguns estímulos. Achei ele lento, sofrido demais, saudoso demais. Porém, com os capítulos passando e entendendo melhor sua dor,  concordo que não poderia ser diferente. Ele é um personagem pra ser compreendido profundamente e eu estava olhando muito superficialmente para ele, embora ainda continue achando que ele é um tanto melancólico demais para meu gosto. 

Maggie é uma personagem importante e apaixonante, eu não dava nada por ela, mas ela cresceu de tal forma, que eu só queria virar as páginas pra saber aonde essa história ia dar. Ela é o tipo de menina/mulher que eu colocaria para dentro de casa se necessário. É a típica criança com alma velha sabe? Parece ser sábia, parece ter a resposta certa para tudo e entender a vida de um jeito que ninguém consegue entender, com aceitação. 

E eu gostei muito da intercalação de capítulos, a leitura realmente deixa tudo mais interessante! E a vontade de saber o que aconteceu com o capítulo láááá atrás?(Sei que me repeti, mas é que ficou bem legal mesmo). 

É um livro diferente, triste, e ele é triste até o final, não consegui sentir um minuto de relaxamento, sabe? Não sei explicar, mas eu li ele com sofrimento também, não consegui me desvencilhar da história com facilidade. É triste acompanhar o relacionamento e a paixão dele desde pequeno até hoje que é quando cuida da Shelly sozinho, tive muita compaixão com os dois, mas ainda assim, é triste, triste e triste. 

A autora soube manter o mistério até a última página, as pontas deixadas entre passado e presente foram se entrelaçando, e uau, por essa eu não esperava. Quando eu fui entendendo os motivos de Maggie ser tão importante pensei PUTA MERDA (desculpem, não aguentei). Foi emocionante, e triste (sim, de novo), não é uma tristeza de chorar, é uma tristeza de sentimento, de ficar pensando, refletindo, e pensando, analisando pontos de vistas, ele tem uma bagagem emocional forte

Ele ganha 5 estrelas, pelo fato de ter me surpreendido, e pelas tantas reflexões que traz. Para pensar, repensar e mudar sua maneira de olhar pessoas, e a vida. 

Um Beijo, e espero que tenham a sutileza de entender o livro. 


24 comentários:

  1. Sara, se eu já estava com uma vontade imensa de ler esse livro, depois dessa sua resenha emocionante, a vontade triplicou! Sou fã de dramas, gosto de sofrer, gosto de chorar com a leitura, eu sei que pode parecer loucura, mas é assim que um livro me ganha! O sofrimento de Harper é quase palpável pelo que vi, ele sofre pela morte da esposa, pelo crime que cometeu( e estou curiosa demais pra saber o que foi) e o remorso não o deixa em paz, talvez seja por isso que ele é tão melancólico, enfim preciso urgente saber a ligação dele com Maggie e isso só quando eu ler né! Resenha maravilhosa e empolgante, adorei! :)

    ResponderExcluir
  2. Sarinha, vc aguçou minha curiosidade! Estou com o livro para fazer uma resenha para uma amiga. E a sua resenha despertou minha vontade de lê-lo já! Eu ADORO (em maiúsculo mesmo) livros dramáticos, que me envolvem na dor do personagem. E como aqui temos um bom mistério, acho que a leitura fica mais gostosa, instigante. Gostei tb da narrativa voltar tempos passados e alternar com o presente, assim as lembranças do personagem ficam alimentando as atitudes do agora. Gosto dessa retrospectiva.
    Adorei! Só espero gostar de Harper, porque um bom livro precisa ter personagens empáticos.

    ResponderExcluir
  3. Oi meninas

    Nem imaginava que era um nota 5, este eu não pedi. :(
    Tentando pedir poucos da NC, porque não estou dando conta de acompanhar todos os lançamentos e a fila só cresce rs.
    Eu gosto de drama e fiquei bem curiosa, vou ficar de olho nele.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Sara, tudo bem?
    eu queria muito ler a resenha de vocês, pois adoro a opinião das duas e esse livro apesar de figurar na minha lista de desejados me deixa com um pé atras, a autora me deu muita raiva em um mundo brilhante e por isso tenho um certo receio...
    dramas em geral me cativam, eu curto muito e amo e a forma tão natural e verdadeira com que vc descreve a obra me deu vontade de esquecer meu passado nublado com a autora e me jogar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu não me lembro exatamente o que vi para ficar curiosa com esse livro, por isso estava mesmo aguardando a resenha aqui no blog. Sua resenha me surpreendeu porque eu esperava outra história, e não esperava um drama. Harper parece ser um personagem forte e parece ser aqueles personagens que nos marcam, fiquei muito curiosa com a Maggie e seu motivo de ter procurado por ele. Quero muito ler!
    Abraços, Raquel.

    ResponderExcluir
  6. Ai céus Sara, não faça uma coisa dessas comigo.. você me deixou completamente curiosa para ler o livro, principalmente pelo fato da resenha não poder dizer muita coisa, então fiquei cheia de dúvidas.. hehe Pelo visto será mais um livro para eu me emocionar. Assim como você, também adoro capítulos intercalados. Valeu a dica. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa... você ficou realmente balançada por este drama. E eu acho que vou me desmanchar por ele também. Só lendo a sua resenha já me senti emocionalmente atingida pelo drama do personagem e por sua história tão triste. é bom saber que posso ler este romance sem ter o receio de me desagradar. Confio no que você disse aqui e vou experimentar ler lindo, mas também triste romance. Beijos.
    elizabethmsalles@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Às vezes acho cansativo ler um livro que intercala capítulos entre o passado e o futuro, tem que ser uma narrativa muito bem construída para me prender. Gosto de livros que falam sobre drama e mistérios, depois de ficção cientifica, é meu gênero preferido! Uma pitada de romance sempre é bom para não tornar a estória massante demais, nada de muita melancolia é claro, hehe, e coisas do tipo "amor à primeira vista" eu não curto não, fato que me fez desgostar de muitas narrativas com assuntos promissores para mim! Enfim, chega de falar de mim auhsuhas, espero ter a oportunidade de ler este livro para poder compartilhar quais tipos de sentimentos ele me transmitiu!
    Bjoos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Sara!

    Li bem poucas resenhas dessa trama, mas todas positivas.
    Pretendo lê-lo em breve, =D

    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu sempre esbarrava nesse livro por aí pela blogosfera mas sempre ignorei o pobrezinho. Sua resenha me fez ficar super curiosa pra saber esse segredo que assola a vida do protagonista. Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá! Eu sempre esbarrava nesse livro por aí pela blogosfera mas sempre ignorei o pobrezinho. Sua resenha me fez ficar super curiosa pra saber esse segredo que assola a vida do protagonista. Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Que capa linda! Nunca tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro e me surpreendeu a história ser diferente do que eu imaginei quando olhei a capa. Gosto desses tipos de drama e sua resenha deixou tão claro o quanto o livro te envolveu que espero que aconteça o mesmo comigo. Não é uma leitura que eu faria no momento pela densidade, mas que com certeza, já entrou para as minhas futuras aquisições.

    ResponderExcluir
  13. Primeira vez que vejo a respeito do livro e ja fiquei com vontade de ter o livro aqui agora e começar a ler imediatamente, parabéns pela resenha, deixa todo mundo com curiosidade de ler o livro, de conhecer melhor essa historia como vc disse triste, mas cheia de reflexoes.

    ResponderExcluir
  14. Ah Sara que resenha maravilhosa! Acho que fiquei um pouco chocada porque não esperava que esse livro fosse tão bom. A princípio não fiquei morrendo de vontade de ler mas quando falasse do mistério e de que aquilo foi um booom no final eu fiquei louca para ler. Eu adoro livros carregados de emoção e acho que esse combina comigo, pena o personagem não ser tão carismático quanto deveria. Essa coisa de misturar passado e presente, ir entrelaçando os fatos me fascina desde que li Lucinda Riley. Agora eu vou querer ler Dois Rios também. Como sempre, mais um livro pra lista hehe

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olaa,
    como assim um final UAU?? Eu quero ler...
    Adoro livros que conseguem nos envolver nas emoções e esse parece ser um desses!
    Ótima Resenha!!!
    Super Abraço,
    Victor Rosa - Encantos Paralelos

    ResponderExcluir
  16. Para ser honesta, assim que vi a capa do livro imaginei que fosse um livro com dicas para pessoas que viajam e coisa do tipo. Meio louco, rsrsrs, mas acho que foi a capa. Então, imagine minha surpresa ao constatar que era, na verdade, um drama! Cansei de ler livros que prometiam mudar minha maneira de olhar a vida e no final nada aconteceu, é sempre bom sermos positivas, talvez este seja o livro que vai operar a mudança! Apesar de não fazer muito meu estilo a premissa é bacana.

    ResponderExcluir
  17. Nossa! Eu ainda não conhecia o livro tanto que essa é o primeiro post que vejo, pela sua ótica o livro me parece muito bom mesmo, de vez em quando é bom ler um livro que nos faz parar para pensar um pouco mesmo desconhecendo a moral do livro. Parabéns pela resenha, se o seu objetivo era cultivar a curiosidade dos leitores você conseguiu!

    ResponderExcluir
  18. Tenho um pé atras com drama, então apesar de ter achado a historia interessante por ter um toque de mistério, acho q não vou me arriscar. kkkk ^^

    ResponderExcluir
  19. Eu adorei o outro livro da autora, Um mundo brilhante, apesar de ter sofrido bastante com o final, mas eu bem que gosto desse tipo de livro que mexe comigo de uma maneira diferente e que eu fico remoendo depois de terminar de ler. Tenho altas expectativas para esse livro.

    ResponderExcluir
  20. Nem li o livro mas fiquei com vontade de saber o final, rs. Não gosto muito de drama, eles são ótimos para reflexão mas não gosto da angustia que sinto ao ler esse tipo de livro. Dois Rios parece ser bonito mas não sei se o leria.

    ResponderExcluir
  21. drama não é meu estilo preferido não, mas tem uns que que dão uma vontade enorme de ler e esse livro é um deles...rsrs
    eu adoro misterios, isso aumenta ainda mais minha vontade de ler, tenho um livro dessa autora aqui tbm... ainda nao li, acho que eu vou passar ele na frente....rsrs

    ResponderExcluir
  22. drama não é meu estilo preferido não, mas tem uns que que dão uma vontade enorme de ler e esse livro é um deles...rsrs
    eu adoro misterios, isso aumenta ainda mais minha vontade de ler, tenho um livro dessa autora aqui tbm... ainda nao li, acho que eu vou passar ele na frente....rsrs

    ResponderExcluir
  23. Eu já tinha ouvido falar sobre este livro, porém nunca parei para procurar saber mais sobre ele, sua resenha acabou de me proporcionar isso, obrigada. Gostei bastante da sinopse e o fato de conter drama foi o que mais chamou minha atenção. Espero poder ler este livro em breve.

    ResponderExcluir
  24. Agora que li volo pra dizer que o sonoro palavrão ao final tb foi minha reação, hahaha! E amei o livro, dei 5 estrelas! A autora escreve muito bem!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!