20 outubro 2015

{Resenha} O Príncipe dos Canalhas - Loretta Chase

Loretta Chase
Nome do livro: O Príncipe dos Canalhas
Autor(a): Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Nº de Pág: 288
Classificação:
Sinopse: Sebastian Balliester é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como Lord Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent....Acostumado à repulsa as pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante Lord Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade - muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz e despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica do seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Desde que a Editora Arqueiro começou a lançar romances de época, me apaixonei. Adoro livros que remetem ao passado e que contam histórias de sagas, desta forma conseguimos acompanhar a família por anos e quando vi esse lançamento fiquei louca para poder começar a ler. Diferente dos romances de banca, eles nos proporcionam um maior acompanhamento da história.

Algumas séries são mais divertidas, outras mais românticas e algumas acabam caindo na mesmice. Estou torcendo para que os novos lançamentos sejam sempre criativos como "O Príncipe dos Canalhas". Que possuam romance, diversão, história, passagens à frente do tempo, para que possamos pensar e refletir.

No inicio, o livro conta a história do nascimento de Dain, passando pela sua adolescência, puberdade e adulto. Esse tipo de apresentação nos proporciona o acompanhamento e construção do seu caráter (ou falta dele), nos fazendo entender onde estão seus pontos fracos e o porque de o protagonista ser esse casca grossa que ele acha que é .

Ele foi rejeitado na infância pelo pai e por se achar incrivelmente feio, tem que estar sempre à frente dos colegas de escola para que não seja constantemente humilhado. Cresceu com a certeza de que se não atingisse primeiro seria atingido. E isso vale para tudo, nos negócios, amizades e no amor. Este ele nunca conheceu e talvez por isso, seja tão blindado.

Já Jessica entra na história através de seu irmão, Bertie, que é um desmiolado e está perdendo toda sua fortuna com jogos e postitutas, querendo seguir os passos de Dain, porém, esse não tem a mesma inteligência e sagacidade que ele.  Jessica vai para Paris a fim de tentar salvar o pouco de juízo do seu irmão e colocar a situação da família nas rédeas certas.

Solteira, está à frente do seu tempo, não se apegando às convenções da época. Foi criada com 10 homens e por isso sabe muito bem lidar com todo tipo de especie masculino e por isso, acaba dando de frente com Dain. Bertie para mim é um personagem totalmente dispensável no livro, parece uma criança que não cresceu, mimado, espera que os outros resolvam os seus problemas, ou melhor, não é capaz de aceitar que exista um. Frívolo, precisava mesmo de uma irmã de pulso firme para colocar juízo em sua cabeça oca.

Dain não se dá muito valor e é extremamente cabeça dura. Jessica é prática, direta e isso faz com que o livro tenha uma pegada ágil, não caindo a qualidade da leitura em nenhum momento.

Não espere um casal fofo, corações saltando de cada página, eles são diretos, deixam claro desde o  primeiro momento a forte atração que cada um sente pelo outro. É claro que existe romance e  uma pitada sexual, como em todos esses romances, porém não é aquele mela mela, água com açúcar que geralmente encontramos nesse tipo de livro, mesmo porque o romance em si não demora pra acontecer, já que os dois são figuras tão objetivas quando querem alguma coisa.

Para não faltar, tem uma intriga no meio desse romance, embora sem muito suspense, logo sabemos quem está por trás, porém, eu confesso que não entendi muito bem o rancor de certo personagem determinado a prejudicar o nome de Dain. Ficaram vários pontos de interrogação, para mim pelo menos, embora isso não tenha prejudicado em nada a narrativa.

De todos personagens Jessica foi a que mais me encantou, por sua determinação, força de vontade, e ao descobrir as fraquezas de Dain e utilizar inteligência para doma-las. A garota não se deixa abater pela teimosia de Dain, e toma atitudes inteligentes para fazer com que ele ceda a ela.

Aliás, o lado intelectual é abordado em forma de cultura, artes, e diálogos interessantes.

Um livro para ser lido despretensiosamente, com um final já esperado mas gostoso, que deixa vontade de mais.

Loreta Chase entra para o rol da queridinhas, e espero ansiosa para ler os próximos lançamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!