14 outubro 2015

{Resenha} Mar da Tranquilidade - Katja Millay

Nome do livro: Mar da Tranquilidade
Autor(a): Katja Millay 
Editora: Arqueiro 
Nº de Pág: 368
Classificação: 
Sinopse: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Eu tenho que convencer vocês a ler esse livro!

Trata-se de dor, dor e superação. De como dois adolescentes aprendem a lidar com as perdas, aprendem a se deixar envolver e ter esperança,

Quando me dei conta estava totalmente entregue ao livro, quando comecei a ler, logo pensei ser mais um romance adolescente. Mas não, mais do que retratar as dificuldades de se passar pela adolescência, o livro é um ritual de aprendizado e superação. E, principalmente, de aprender a se dar uma segunda chance.

Tiraram de Nastya tudo que ela mais amava na vida, tudo aquilo que ela acreditava que podia ser, sendo assim ela decide mudar para a casa de uma tia e tentar recomeçar. Desde o inicio sabemos que algo terrivel aconteceu com ela e também sabemos o segredo que ela esconde do restante da escola e da propria familia, mas como aconteceu ainda é um mistério que vai sendo solto durante a leitura.

Josh mora na cidade e por seus próprios motivos e por não ter mais nada o que amar na vida, é extremamente recluso, só quer ficar na dele, não quer conversar com ninguém.

Claro que de alguma forma esses dois mundos de dor e sofrimento se encontram. E à partir desse ponto, só torcemos para que a história tenha um final feliz.

Pensei que o livro ia ficar em uma só vertente, arrastando-se naquele martirio de adolescentes, mas, ledo engano, a história é profunda, Os capítulos são alternados entre Nastya e Josh, e assim podemos acompanhar a evolução de sentimentos e dor (sim estou repetitiva) de cada personagem. Como pode né? Em certos pontos nos identificarmos tanto com eles. Embora sejam alternados, não são seguidos, depende muito do momento da história para eles darem seu ponto de vista. Gostei bastante dessa forma de apresentação.

Não é um livro de amor perfeito  e para demonstar isso, cito uma passagem:
"As pessoas gostam de dizer que o amor é incondicional, mas isso não é verdade.E mesmo que fosse incondicional o amor nunca é de graça. Sempre vem acompanhado de uma expectativa".
Quando eu comecei a ler esse livro, eu já imaginei minha resenha.....Um livro indicado para adolescentes. Mas não, é um livro indicado para qualquer, qualquer idade. Sempre temos que aprender alguma coisa com a salvação. São livros assim, de tristeza e dor que no fim, nos mostram o melhor do ser humano e que me fazem gostar de leitura.

Não gosto de livros assim, odeio na verdade, mas a Chrys sempre me dá uma bofetada na cara quando me indica uma leitura e eu tenho que dar o braço a torcer, porque gostei,amei.

Fui pesquisar sobre a autora e pasmem, é livro de estréia . Não quero ver o que vem pela frente.

Só é classificação 5, porque não consigo dar mais!

Leiam, para que possam acreditar , e me deem um voto de confiança! Não vão se arrepender.

Beijo grande.

3 comentários:

  1. Hola!!

    He leído algunas reseñas de este libro, pero no creo que lo lea. No me llama la atención. Pero gracias igualmente por tu reseña.

    Besos, nos leemos!!!

    ResponderExcluir
  2. faz tempo que quero ler esse livro,a principio nem dei tanta bola, mas depois me vi conquistada pela trama
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A mim você não precisa convencer, pois adorei o livro também e concordo contigo. E esta capa é linda!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!