02 novembro 2015

{Resenha} A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan

Nome do livro: A Voz do Arqueiro (Signos do Amor #1)
Autor(a): Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Nº de Pág: 336
Classificação: 
Sinopse: Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.
Bree Prescott sofreu um trauma há seis meses e viu sua vida mudar radicalmente. Não sabemos o que aconteceu, apenas que o pai foi morto e ela se viu sozinha no mundo. Então, aos vinte e um anos, Bree saiu de sua cidade natal em Ohio e foi viver em Pelion, no Maine, uma cidade à beira de um lago onde passou momentos felizes em sua infância.
Pelion é uma cidade pequena, onde todos se conhecem, mas é um lugar calmo e tranquilo, justamente o que Bree procura. Mesmo seis meses depois do acontecido, Bree ainda tem flashbacks aterrorizantes sobre aquela noite e acha que a serenidade do local a ajudará a livrar-se deles.

Em uma expedição de compras no centro da cidade, Bree depara-se com um misterioso rapaz. Sua sacola de mantimentos rasga-se e os produtos comprados rolam pelo asfalto e ele a ajuda a recuperá-los. Nervosa, Bree tenta puxar assunto, mas não recebe nenhuma resposta, o que a deixa curiosa a respeito do seu salvador.

Bree foi recepcionada na cidade por sua vizinha, a velha senhora Anne, do qual logo tornou-se amiga e para quem pergunta a respeito do misterioso rapaz, que descobre chamar-se Archer Hale. Archer sofreu um grave acidente quanto tinha sete anos e perdeu a voz. No acidente morreram seus pais e o tio. Desde então, Archer vivia isolado com um outro tio, que morrera de câncer recentemente, deixando então o garoto sozinho no mundo.

Numa tarde, a caminho da praia, Bree depara-se com o portão da casa de Archer entreaberto. Curiosa, ela se aproxima para investigar, quando sua cachorrinha, Phoebe, entra correndo propriedade adentro. Bree é obrigada a entrar para procurar o cão e depara-se com Archer. Mais uma vez ela tenta iniciar uma conversa, mas Archer não parece muito disposto. Só que Bree está fascinada por aquele garoto e não vai desistir de se aproximar dele.

Durante seus turnos na lanchonete da cidade, Bree é frequentemente cortejada por Travis Hale, o policial da cidade e primo de Archer. Travis é lindo e galanteador e Bree até tenta sair com ele, mas seus pensamentos não saem de Archer. Após alguma insistência da garota, Archer começa a se abrir e os dois passam ótimos momentos juntos, uma bela amizade nascendo ali.

Só que logo Bree e Archer percebem que desejam algo a mais e um sentimento puro e belo desperta entre os dois. O problema é que ambos tem seus fantasmas no armário e quando o passado surgir para prestar as contas, será preciso decidir se o amor ou o medo são mais fortes e a escolha não será nada fácil.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Sou completamente apaixonado por livros do gênero New Adult, então quando soube do lançamento de A Voz do Arqueiro, logo me interessei. Ouvi muitas pessoas falando bem do livro, mas quando meu exemplar chegou, fui deixando para depois e só li agora, meses depois do livro lançar. E a experiência não poderia ter sido melhor.

A escrita de Mia Sheridan é doce, simples e envolvente. Me vi preso à sua narrativa logo nas primeiras páginas, assim como percebi que é bem o tipo de livro que eu gosto. Em poucos capítulos Sheridan conseguiu apresentar sua proposta e me convencer a seguir na leitura.

O livro é narrado em primeira pessoa sob a visão de Bree em sua maioria. Temos alguns poucos capítulos narrados por Archer, uns no passado, sobre sua infância, e outros mais atuais. Achei que essa escolha de Sheridan foi bem interessante, pois não só vimos a perspectiva de ambos os personagens como conhecemos mais sobre Archer, que é um grande mistério.

Outro ponto positivo sobre o livro é que, pelo menos para mim, foi inovador. Estou acostumado com aqueles new adults da mocinha ingênua com o bad boy, que rola paixão à primeira vista e tal. A Voz do Arqueiro não é assim. Archer é doce e antes do romance veio a amizade dele com Bree. Amei isso.

Os personagens foram muito bem construídos. Bree é aquela típica garota de new adult, com um passado traumático que busca redenção. Apesar disso, achei a personalidade dela cativante e não demorei a torcer por sua felicidade. Archer é um caso à parte. O garoto é extremamente gentil e inocente. Cada momento dele com Bree é uma nova descoberta, uma nova sensação e é lindo ver a fascinação que ele tem pela garota. Impossível não se apaixonar por esse romance.

O enredo conta com cenas bem quentes, mas pela primeira vez isso não me incomodou nem um pouco. Achei que Sheridan soube inseri-las na trama de uma forma natural, não deixando aquela coisa forçada, de sexo por sexo. E os detalhes inseridos também fizeram sentido. Era uma nova experiência para Archer e Bree precisava ensiná-lo a desfrutar.

O final do livro é maravilhoso. Não chorei, mas fiquei muito emocionado com o que a autora desenvolveu. Sheridan conseguiu fugir do clichê mais uma vez e agora sou capaz de ler até a lista de compras da farmácia dessa mulher.

A Voz do Arqueiro pertence à série Signos do Amor, onde cada livro é baseado na mitologia de um signo do zodíaco. Nesse caso, temos sagitário. O próximo ser lançado aqui no Brasil é O Coração do Leão, de leão, obviamente. Já estou apaixonado pela série e espero que a Arqueiro não demore em trazer os próximos volumes para o Brasil.

A edição física do livro está impecável. A capa é uma adaptação da original, que eu gosto bastante. A revisão está impecável. Não encontrei absolutamente nenhum erro durante a leitura. A diagramação é simples, as folhas são amareladas e a fonte é grande.

A Voz do Arqueiro é um livro maravilhoso e que merece ser lido por todos. Já indiquei para todas as minhas amigas e agora recomendo para vocês. Leiam, é uma experiência da qual vocês não vão se arrepender!

2 comentários:

  1. eu ando tendo muita sorte, os livros que menos boto fé são os que mais tem me surpreendido da editora e este esta encabeçando a fila! li mais por curiosidade do que por vontade e ansiedade de conhecer a trama, foi uma solicitação de último minuto e comecei sem fé, mas a trama me ganhou logo de cara! é diferente do que eu estou acostumada, é uma história de amor de encher os olhos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gente eu acabei de ler este livro e gostei de tudo!! A estória dos personagens foi diferente para mim, saiu da rotina!! Archer apesar de mudo, e meio rude, me encantou!!O livro não tem nada haver em relação à signos. Só o epílogo que conta sobre A Lenda de Quiron - O Centauro!! A leitura fluiu de forma gostosa!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!