20 abril 2015

{Resenha} O Segredo do meu Marido - Liane Moriarty

Nome do livro: O Segredo do meu marido
Autor(a): Liane Moriarty
Editora: Intrínseca
Nº de Pág: 368
Classificação:
Sinopse: Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo...
Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.
Após a leitura de "As lembranças de Alice", da mesma autora, procuro todos os seus lançamentos. A boa experiência repetiu-se com "O segredo do meu marido", com uma narrativa real, Liane nos faz refletir sobre nossas próprias vidas, a questionar alguns fatos e decisões e a enxergar o mundo e as pessoas de uma maneira intrigante, todavia, madura.

Eu simplesmente amei esse livro, me surpreendi com um drama muito bem escrito, fluido e intrigante. A autora conseguiu entrelaçar a vida dos personagens de forma muito interessante, mostrando diferentes conflitos, mas unidas por um ponto central assustador.

O tal segredo, que no caso é do marido da Cecília, só é desvendado lá pelo meio do livro, mas este é interessante do começo ao fim, do tipo que não dá para parar de ler.

Como as histórias dos personagens são intercaladas tive vontade de pular uns capítulos para ver o que aconteceria com determinado personagem e depois voltar, mas consegui me conter a tempo.

A história é bem interessante, com personagens maduros que vivem relacionamentos já consolidados e mostra que o sonhado "felizes para sempre" não existe, pois, ter feito um bom casamento não é garantia de felicidade eterna.

Minha personagem favorita do livro é a Tess, uma mulher pé no chão, consciente de seus defeitos, mas que diante do impensável, sua reação foi tomar decisões e agir, mesmo no pior dos cenários, ela não se deixou paralisar e se permitiu viver novas experiências.

Quem mais me irritou foi a Cecilia (rs) simplesmente porque ela é o tipo de pessoa que me dá nos nervos, super eficiente, bem sucedida, organizada ao extremo, participativa, um pouco superficial, mas perfeita em tudo o que faz! Até que descobre o segredinho sujo de seu marido e vê seu mundo perfeito desabar, passando a viver uma versão piorada de si mesma. 

E ainda tem Rachel uma senhora profundamente marcada pela morte prematura e inexplicada de sua filha de 16 anos ocorrida há 28 anos.

Achei muito interessante o livro mostrar relacionamentos que já passaram daquela paixão inicial avassaladora que costumamos ver nos romances, os quais sempre pensamos "será que este casal vai ser perfeito assim para sempre?".

Sei o que é viver um relacionamento de longa data, a comodidade da rotina, as dificuldades, as concessões, o alto investimento (emocional, físico e financeiro), então compreendo a dificuldade dos personagens em decidir simplesmente deixar isso tudo para trás, bem como o peso que se carrega quando se decide seguir em frente, apesar dos pesares, por isso, a história me tocou e me fez refletir sobre muitas coisas (amor, casamento, ego, moralidade, justiça, resignação, etc.).

Os dramas vividos nos casamentos de Tess e Will, e de Cecília e John-Paul são contados de uma forma muito íntima, possibilitando a compreensão do leitor dos sentimentos envolvidos, de forma que, não consegui concluir o que faria no lugar deles.

Intrigante, dramático, reflexivo e muito humano, uma leitura imperdível.


4 comentários:

  1. Gente, mas que enredo fascinante, eu amei sua resenha, fiquei com muita vontade de ler esse livro é o tipo de história que eu gosto de ler. ♥
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Chrys, tudo bem?Estou lendo esse livro, estou bem no comecinho e tive que parar porque tenho alguns de parcerias atrasados. Mas assim que der quero continuar a leitura.

    Amei a sua resenha.

    bjs

    ateliedoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Chrys, querida, a capa bonita e o título divertido não me dariam jamais a impressão de uma leitura densa assim! Olha que li comentários positivos, mas sua resenha é decisiva para saber que preciso mesmo ler o livro...
    Acho que especialmente por estar mais ciente dos ganhos e dos problemas de uma relação longa, meus olhinhos brilharam para suas observações quanto às refleões proporcionadas pela narrativa. Vc bem sabe o quanto eu aprecio, o quanto sou grata quando um lvro me faz parar e refletir, me questionar, ver sob outro aspecto, mergullhar em mim... nossa!
    Mais que desejado!
    Beijo!
    As Meninas que Leem Livros

    ResponderExcluir
  4. como sou uma curiosa, desde o lançamento desse livro, fico ansiosa para querer saber qual o segredo, as vezes a vontade passa, as vezes volta com tudo!
    ai que curiosidade
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!