18 outubro 2013

[RESENHA] O Amor mora ao lado - Debbie Macomber

Título: O Amor mora ao lado
Autor(a): Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Ano: 2013 Edição: 1
Nº Pág: 160
Sinopse: Lacey Lancaster sempre quis ser esposa e mãe. No entanto, depois de um divórcio bastante doloroso, ela decide que é hora de dar um tempo em seus sonhos e seguir sozinha mesmo. Mas não tão sozinha: sua gatinha abissínia, Cléo, torna-se sua companhia de todas as horas. Até é uma vida boa — um pouco aguada, é verdade — a de Lacey. A não ser por seu escandaloso vizinho, Jack Walker. Quando Jack não está discutindo, sempre em voz muito alta, com sua namorada — com quem insiste em morar junto — está perseguindo seu gato, chamado Cão, pelos corredores do prédio. E Cão está determinado a conseguir que a gatinha Cléo sucumba aos seus avanços felinos. Jack e Cão são realmente muito irritantes. Mas acontece que a primeira impressão nem sempre é a que fica...
Lacey se mudou para NY após seu doloroso divórcio. Ela agora, desacredita no amor e perdeu completamente a confiança nos homens, mas eesperava que em algum dia ela iria se lembrar de seu casamento sem que isso a machucasse tanto. Isso levaria um certo tempo, tendo em vista que Peter a deixara para ficar com outra mulher.

Sua companhia agora é sua gata abissínia Cleo. Lacey enfrenta problemas com seu vizinho que insiste em discutir sua vida privada aos berros, sendo impossível para Lacey se concentrar em seus próprios pensamentos.

Em uma dessas ocasiões, Lacey resolve bater à porta de Jack para pedir que ele e sua namorada diminuíssem o volume da discussão, porém neste breve momento, o gato de Jack, Cão escapou e encontrou Cleo no cio. Cleo ficou grávida, o que fez com que Lacey batesse à porta de Jack exigindo que ele e seu gato honrassem Cleo.


A atração entre Jack e Lacey é inegável, e ele propõe uma trégua, sugerindo que eles fossem amigos, afinal, tinham a paixão por gatos em comum. O que Lacey não imaginou era que fosse começar a se interessar cada vez mais pelo belo e comprometido rapaz.




O livro é um doce, mas um doce que acaba rápido, por isso eu não pode dar maiores detalhes acima. Os acontecimentos são rápidos devido ao tamanho da história. O livro tem 139 páginas de história, algumas receitas de comida de gato e um capítulo do livro A Pousada Rose Harbor.

A história é narrada em 3ª pessoa, os capítulos são curtos, a letra excessivamente grande e suficiente para me deixar com água na boca, mais parece um conto. Sim, o tema é clichê e o final previsível, mas nada melhor que uma história assim deliciosa e com mensagens de esperança e superação para intercalar algumas leituras mais densas e tensas.

Eu gostei do que li e amei a escrita da Debbie, fiquei com vontade de ler mais e mais de suas histórias, como por exemplo A Pousada Rose Harbor (já lançado pela NC) e Anjos à Mesa (que será lançado mês que vem).

Foi muito fácil gostar da Lacey, uma mulher marcada pela traição e que por isso construiu uma proteção em volta de si, chegando a ser dura com qualquer pessoa que se aproxime. Clichê? não, real! Que atire a primeira pedra quem nunca sofreu uma decepção amorosa, seja pela razão que for.

O gato de Jack cruzou com Cleo e logo em seguida a abandonou. Lacey tomou para si essa dor, co-relacionando este acontecimento como sendo típico dos machos, humanos ou não, o que piorou seu comportamento e suas crenças, rs.

Ademais, nós temos a mania recorrente de achar que além só nos dá valor quando elogia, é ou não é?! Esse é um dos temas que vc irá conhecer nesse livro e apenas um dos temas que ele poderá fazer você refletir.

Aqui, o casal se aproximou após o amor dos gatos, eles acabaram dando uma trégua, se conhecendo melhor, provando para Lacey que a máxima de que "todos os homens não prestam" não é verdade!

Tendemos a generalizar como forma de nos proteger e nos esconder de enfrentar algumas realidades. A decepção amorosa nos tira do eixo, nos faz construir muros de proteção que se não forem derrubados a tempo, acabam se tornando indestrutíveis.

Outro tema bastante tratado nesta curta história, mas muito bem abordado é a confiança. Em quem podemos e devemos confiar? Na família? em terceiros? como dosar a desconfiança e não parecer neurótica e mau amada?

Não é o melhor livro do ano, mas está longe de ser o pior. Uma leitura para uma noite chuvosa, uma excelente companhia!

A pior coisa que pode fazer é culpar outros homens pelo que aconteceu entre seu ex e você.” Pág 28


Beijos

19 comentários:

  1. Essa é a terceira opinião que vejo positiva desse livro hoje e confesso que estou quase entrando em um site pra comprar esse livro rsrs a história parece ser muito boa, apesar de ser curta, você ressaltou tantos pontos interessantes que me deixou ainda mais curiosa para conhecer essa trama. Como não tenho o livro ainda acho que posso ler o outro da autora que ganhei de presente.
    Abraços, Raquel
    Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
  2. Achei esse livro lindo com relação a parte gráfica, entretanto achei a história, apesar de bem fofinha, muito clichê. Sabe esse tipo de história que você já tá cansada de ouvir, que já saber até o final?! Pois é, cansei.

    ResponderExcluir
  3. Oi Chrys, que bom que você gostou do livro. Eu gostei bastante da escrita da autora, que é fofíssima, mas confesso ter ficado meio chateada pela história ter tido um ritmo tão veloz e ter acabado tão rápido. Isso me incomodou um pouco. De qualquer forma, concordo que às vezes precisamos de livros assim, clichês e fofinhos para descontrair um pouco os nossos dias. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  4. P.S. Cliquei naqueles banners da NC que diz "baixe um trecho". São esses que deveria clicar? Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  5. Eu estou querendo muito ler esse livro, parece tão lindinho! dessa nova leva de livros da Debbie ainda não li nenhum, só digo que acho muito curtinho, é pra ler em um vapt e vupt
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece ter um enredo bem agradável, gosto da ideia do envolvimento dos vizinhos, apesar de ser clichê, porque sempre tem um resultado positivo, cumprindo o que foi proposto.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros como esses que parecem contos. Ainda não li mas deu pra perceber o quanto clichê ele é. Eu fiquei com vontade de conhecer o relacionamento do casal desde o momento em que Cão desonra a Cléo, rsrs.

    ResponderExcluir
  8. Gosto da escrita da Debbie e quero ler essa trama.
    A editora caprichou na diagramação, =D

    Bjo!

    Te espero lá no meu cantinho, =D
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Além da história ser fofa, linda e trazer uma mensagem a editora caprichou na edição não é mesmo?! Com certeza um dos livros mais bonitininhos que eu já vi. Ainda não li nada da Debbie mas acho que essa é uma boa opção para começar. Temo ficar chateada ou incomodada com a rapidez em que tudo acontece. Mas de qualquer forma acho que vale a leitura porque como dissesse todo mundo já sofreu alguma desilusão amorosa e talvez de alguma forma a história sirva de exemplo.

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nâo curti A Pousada, mas adorei a escrita de Debbie. Vou dar outra chance a ela. Mas as personagens têm que me cativar, do contrário vou achar que ela não sabe criar personagens empáticas... Achei essa sinopse fraquinha... talvez isso justifique as poucas páginas?

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum livro da Debbie, mas estava me programando para ler A Pousada Rose Harbor antes desse. Talvez eu repense melhor agora. Fiquei tão empolgada com essa história de ''romance''.

    ResponderExcluir
  12. Chrys, esse livro tem um jeito de ser fofo, claro, como voce mesma diz, não é a melhor leitura, mas com certeza uma companhia deliciosa pra uma tarde/noite chuvosa. É muito bom quando a autora consegue, mesmo quem em poucas paginas dar seu recado, acho que esse livro é um pouco assim, e fiquei feliz por Jack conseguir ganhar a confiança de Lacey depois de toda decepção que ela já passou na vida! Quero muito ler esse livro gostosinho! :)

    ResponderExcluir
  13. Eu esperava um outro tipo de historia e fiquei meio surpresa quando li a resenha, apesar de ser um romance bem "fofo". Quero poder ler em breve, pois curto bastante e vi algumas fotos do livro por dentro, e achei um amor!!
    Bjuss querida ♥

    ResponderExcluir
  14. Esse livro já está na minha lista de desejados há algumas semanas. Romance não é meu gênero preferido, mas sou apaixonada por gatos. Quando tem gatinhos, os livros conseguem ficar mais interessantes para mim. :3
    A resenha me fez perceber que eu estou precisando mesmo de uma leitura mais leve e divertida, considerando que eu tenho lido muitos livros densos ultimamente.
    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Fiquei triste que livro seja curto, que tenha receitas de comida de gato e ainda tenha um capítulo de um outro livro. O bom que tem outros livros da escritora para consolar e quero saber mais do próximo lançamento dela.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Ah eu ri horrores da sua resenha! Acho que fiquei mais interessada pelo romance dos gatos, do que o das pessoas! Hahaha Pareceu ser uma história bem levinha! :) Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. O livro é fininho e acho ideal para passar um tempo, divertido e uma leitura leve.
    Mas nada de grandes expectativas com ele.

    ResponderExcluir
  18. Não gosto muito de romance mas já que o livro é curto, com certeza, eu adoraria apreciar esse doce em forma de livro, haha. Bela resenha, Chrys.
    Beijos.

    Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda estou namorando este livro, e ele me passou justamente isso, um livro para uma noite chuvosa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!