24 outubro 2013

[RESENHA] A Garota das cicatrizes de fogo - Ricardo Ragazzo

Título: A garota das cicatrizes de fogo
Autor(a): Ricardo Ragazzo
Editora: Novo Século
Gênero: Urban Fantasy
Nº pág: 
Skoob
Sinopse: Quatro anos após o desaparecimento da filha e a misteriosa morte da esposa, Johnny Falco recebe uma pista que pode ajudá-lo a desvendar o caso. Um homem aparece morto com as mesmas características inexplicáveis de sua mulher: O CORPO NÃO PASSA DE UM ESQUELETO COM PELE. Seis anos após ter 80% do seu corpo queimado em um atentado, Lisa Gomez acorda em um hospital com uma incontestável diferença: TODAS AS CICATRIZES DE SEU CORPO DESAPARECERAM! E quando o destino dos dois se cruzarem na pequena cidade de Valparaíso, ambos descobrirão que as tragédias que cercam suas vidas estão muito mais interligadas do que poderiam imaginar.
Este é o segundo livro do autor nacional Ricardo Ragazzo. O sucesso do primeiro livro se repete, porém, é absolutamente perceptível o amadurecimento do autor, quer na construção da história, quer na das personagens. Confesso que comecei o livro sem muita expectativa por ser um livro de um gênero diferente do anterior, mas o que aconteceu foi que me surpreendi fechando a última página, literalmente de boca aberta.

O livro começa nos contando como foi o último dia de vida de Dennis Marcos, que após ser demitido por desvio de dinheiro, foi para um club prive, sendo também expulso dali por abusar de uma dançarina. Dennis fora jogado no beco dos fundos do club, caindo perto de um mendigo nu e quando este se aproximou um pouco mais, Dennis sentiu suas forças indo embora e seu corpo sendo sugado, ele se tornou literalmente pele e osso, Dennis morreu.

Johnny Falco estava demitido. Se voltasse para casa no meio da tarde, o casamento que já não ia bem desmoronaria de vez, mesmo assim, dirigiu-se para casa, encontrando a porta entreaberta e sua esposa no chão, morta, ressecada como se todo o sangue e carne tivessem sido retirados de seu corpo, deixando apenas pele e ossos. Johnny disparou escada acima à procura de Diana, sua filha. Ela não estava em nenhum cômodo, havia sumido, sido levada.

Quatro anos depois da morte de Nora e do inexplicável sumiço de Diana, Johnny encontra uma pista, em Valparaíso, dois corpos no mesmo estado em que ficara o de sua esposa foram encontrados, seria por ali que sua investigação teria inicio.

Lisa estava no hospital e acabara de ter o pesadelo que a assombrava todas as noites, nos últimos seis anos desde seu acidente, sonhara com o dia em que um homem parara o carro em frente à sua casa simulando pedir informações e despejara um galão de gasolina em seu corpo, ateando fogo e fugindo em seguida. As marcas de um corpo com 80% de queimaduras a desfiguraram e acabaram com qualquer esperança de uma infância e futuro feliz.

Entretanto, misteriosamente naquele dia, Lisa acordou sem qualquer marca de queimadura, com o corpo liso e lindo, como se jamais tivesse sido queimada viva. A partir daí Lisa decide que precisa e quer ter uma vida normal. Lisa vai para a escola, reencontra uma amiga de infância e tem seu primeiro encontro com um garoto. E é neste momento, após a misteriosa e cadavérica morte deste garoto e retorno de suas cicatrizes de fogo que a vida e a história de Lisa e Johnny Falco irão se cruzar. Ambos descobrem algumas respostas, mas definitivamente elas não são nada daquilo que eles queriam ouvir.



Se um dia eu tiver o prazer de encontrar o Ricardo pessoalmente, o receberei com palmas. Ele possui uma mente criativa e trabalha essa criatividade de forma inteligente, sem deixar pontas soltas e sem deixar o leitor perdido, ele consegue dar nexo e certo senso de realidade ao que escreve, ainda que escreva sobre crenças e fantasia.

Eu amei a história e, como já era previsto, precisei ler até a última página para poder avaliar completamente. Ele consegue deixar o leitor tenso até que este leia a última frase da última página. Não consegui largar o livro ou deixar de pensar nele quando não podia ler. Foi incrível a sensação boa que fiquei ao terminar este livro que tem um final, mas que deixa um possível gancho para histórias futuras (ah, como as desejo)! Adorei o Johnny e seu amor infinito por sua filha, realmente ficou claro o que um pai é capaz de fazer.

Lisa teve uma vida escondida e senti muita compaixão por ela, senti suas dores, imaginei seus pesadelos. Que coisa horrível, somente um monstro seria capaz de tamanha crueldade. Adorei Debbie, sua melhor amiga, ela é de uma perspicácia e inteligência sem igual, a amiga gordinha ganhou meu coração.

Tenho sim algumas ressalvas, mas são tão singelas... Senti falta da descrição das personagens, de saber como eram fisicamente, se brancos, mulatos, mas principalmente, a idade da Lisa, isso me incomodou um pouco, pois somente no final ela comenta com seu agressor de que à época do acidente, ela tinha 12 anos. E digo o porquê quis tanto saber a idade, para ver se o contexto tinha sentido, pois quando ela foi queimada viva, a história nos levou a um dia em que ela brincava de boneca e, atualmente, infelizmente, dificilmente vemos uma menina de 12 anos brincando de boneca, então imaginei que ela tivesse menos idade e daí, não batia com o contexto de ir pra escola e ser o centro das atenções de garotos e garotas.

Outra coisa foi o fato de que nas escolas daqui do Brasil, e principalmente de uma cidade pequena como Valparaíso, salvo engano, dificilmente existe almoço (bandejão) para alunos do ensino médio, isso se vê muito em escolas dos EUA, mas não aqui. E tem uma coisa no final do livro que também me incomodou um pouco por ser praticamente impossível acontecer, não no que se refere à fantasia, mas um fato corriqueiro que se realmente acontecesse, não teria sido daquela forma. Não, não posso contar, pois é bem do finalzinho e seria spoiler.


Recomendo demais a leitura deste livro, e também do primeiro do Ricardo (72 horas para morrer), que é de varar a noite, pois além de uma mente brilhante, ele é o inverso de muitos autores que vemos por aí, ele respeita nossa opinião e tenta sempre aprimorar seu trabalho. Já me peguei indicando livros de Urban Fantasy e YA para ele estudar e isso, só me faz ter cada dia mais respeito por seu trabalho, parabéns Ricardo!


Beijos

38 comentários:

  1. Incrível! Ainda não li o primeiro livro do Ricardo, mas por esses dias eu não fiquei tão curiosa para ler um livro quanto esse!
    Quero saber tudo o que acontece com a Lia e o Johnny.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rossana, LEIA!!!
      É fininho e é inteligente... Mas leia esse também... são estilos diferentes, mas ambos são muito bons!!! Tem resenha de 72horas para morrer aqui no blog, não deixe de conferir!!!

      Beijos

      Excluir
  2. Oie Chrys
    Adoro leituras tensas, e essa capa já tinha me deixado mega curiosa. Se for ler algo do autor, certamente começarei por este.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei bastante, achei a temática diferente e a leitura flui muito bem!

      Beijos

      Excluir
  3. Ainda não li nenhum livro do autor, mas achei a temática do livro bem diferente e também instigante. Fiquei curiosa para saber quem é o assassino e se Johnny consegue reencontrar sua filha.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummmmm um segredo e tanto Marla... hehehehe
      Leia e descubra.

      Beijos

      Excluir
  4. Uau! Sua empolgação me contagiou! Pelo que vc nos conta, esse mistério todo interligando as personagens deve gerar uma tensão daquelas no leitor! Vc sabe que prefiro as histórias reais, mas quando o livro é bem escrito a gente embarca na fantasia do autor, aceita a proposta e se deixa levar para outro universo. Poucos fazem bem isso, finalmente vou ler um nacional que sabe como isso funciona.
    Cada vez mais busco histórias que mexam mesmo comigo e que me deixem de olhos bem arregalados e com aquela boca aberta de surpresa ao final. ADORO isso! E já que ele deixou uma pontinha para uma continuação, vamos esperar essa boa notícia.
    Vc me deixou curiosíssima!
    Parabéns, Ricardo! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manu,
      Espero que vc realmente leia e goste! Temos que prestigiar e divulgar bons autores nacionais! O Ricardo é um dos que merece essa atenção.
      A história dele foi bem estudada, bem trabalhada e foi o que mais gostei, ver o carinho na construção de cada uma das personagens!
      Com certeza lerei todas as obras dele, aliás, já estou ansiosa pela próxima!!!!

      Beijos

      Excluir
    2. Perfeito, Chrys, devemos prestigiar nossos autores, conhecer e divulgar suas obras. Tanta coisa boa produzida aqui, é nosso dever compartilhar! Valeu pelo apoio à produção nacional!

      Excluir
  5. Oi Chrys!
    Já tinha gostado da sinopse e depois da resenha fiquei mais a fim de ler o livro, entender como a vida dos personagens irá se entrelaçar e qual é o mistério dos corpos e cicatrizes. Ah, na escola da minha filha tem bandejão rsrsrs...
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elis,
      As coisas acontecem naturalmente, no tempo certo, de forma que tudo se encaixa...

      Beijos

      Excluir
  6. Que bom que você gostou tanto e percebeu o amadurecimento do escritor. Amo quando isso acontece. A capa está linda e a história parece ótima!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isa,
      Eu gostei bastante e senti na escrita e no desfecho incrível do livro.

      Beijos

      Excluir
  7. Olá Flor, tudo bem??
    Já tinha visto ele, e já tinha me interessado pela sinopse dele e por esta capa linda! E agora me animei ainda mais assim que li sua resenha, acabei ficando com mais vontade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi,
      Espero que vc leia e que você goste! Depois de ler, passe por aqui pra contar, ok?!
      Beijos

      Excluir
    2. Pode deixar querida, irei comentar novamente então!! beijocas

      Excluir
  8. Chrys, adorei a sua resenha. Tive a oportunidade de ler 72 horas para morrer e adorei o texto do Ricardo bem como a sua morbidez em relação as cenas de assassinato que deixaram a história ainda mais sombria e real. Tive uma pequena ressalva em relação ao sobrenatural, no final do livro, que não me desceu, mais pelo fato de eu não imaginar que o texto seria direcionado a este rumo. Agora, estou louca para ler A Garota das Cicatrizes de Fogo e estou participando de um booktour da obra. Já vou lê-lo imaginando um quê de fantasia, pois pelo visto há uma preferência do autor sobre esse gênero e com isso creio que não irei me surpreender novamente. Tive a oportunidade de conhecer o Ricardo na Bienal. Ele é um querido, super simpático, inteligente e nitidamente criativo, cheio de projetos. Beijos e parabéns pela resenha, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi,
      Eu também li 72 horas pra morrer e também não gostei da justificativa dos assassinatos e nem de quem era o assassino, mas espero que você leia este, pois vai perceber o amadurecimento do Ricardo como escritor e no desfecho incrível que ele deu a este livro!
      Ainda não consegui conhecê-lo pessoalmente, mas espero que isso aconteça em breve pois ele realmente é uma graça!!!

      Beijos

      Excluir
  9. Na minha faculdade tem bandejãao por R$2,00 !! É tudo de bom hahaha
    Então, que mistério é esse que ronda esse livro, senti como se fosse uma leitura necessária para mim que adoro mistérios. E sem falar que consegui entender o título do livro antes mesmo de ler *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ro, então, mas é faculdade... a história se passa no colegial e eu não tenho visto adolescentes ficarem o dia todo na escola e com bandejão, entendeu... só fiquei na dúvida!

      Beijos

      Excluir
  10. Oi, Chrys!
    Nossa, eu tive a chance de ver o Ricardo e seus livros na Bienal do Rio, no estande da Editora. Mas confesso que por não conhecer ainda seu trabalho, fiquei com receio de adquirir este livro, embora o titulo tenha me chamado a atenção. Agora, lendo sua resenha, me arrependo totalmente de não ter feito. Mas sem dúvida não vão faltar chances, vou tratar de adquirir o meu, logo logo.
    Adorei sua resenha, o livro parece ser sensacional!

    Beijoss
    Jaque
    http://www.meulivromeumundo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Jaque,
      Se eu soubesse teria gritado pra vc comprar, hehehehe
      Mas sempre há tempo, compre e confira o que estou te falando!

      Beijos

      Excluir
  11. oi chrys, não conhecia o livro, mas da pra ver que é bem instigante essa leitura, não sai da cabeça, te prende, te faz pensar... não sei como encararia essa situação na pele do Johnny
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coitado do Jhonny,
      Me coloquei na pele dele e te juro que faria a mesma coisa que ele fez! Achei ele uma personagem apaixonante!

      Beijos

      Excluir
  12. Nossa, esse já é o segundo livro do autor lançado por aqui! Não sabia que era o mesmo que escreveu 72 horas para morrer. Tenho curiosidade pelos dois títulos, ainda mais depois de tantos comentários maravilhosos relativos a obra. Só olhando a capa achei que era um YA, me enganei feio!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, Já é o segundo e ele está escrevendo o terceiro já e estou ansiosa!
      Ele é uma máquina de criatividade!
      É urban fantasy e uma delícia, tanto que parei Prodigy para passá-lo na frente!
      O_O
      Beijos

      Excluir
  13. Nossa Chrys fiquei maravilhada com essa resenha. É sempre maravilhoso ver obras brasileiras receberem críticas tão positivas. Uma pena eu ainda não ter tido a oportunidade de ler as obras do autor porque morro de curiosidade. Há um bom tempo tenho visto ótimos comentários a respeito de 72 horas para morrer mas como a Mi não gostou muito do final fiquei com um pouco de receio mas é bom saber que o autor volta com tudo nesse livro que aliás já tem continuação né?! Só acho que ainda não foi lançada, não tenho certeza. Apesar de acompanhar o autor nas redes sociais nunca tinha lido uma resenha desse livro e devo dizer que você me deixou bem intrigada e com muita mais vontade de lê-lo. Resenha ótima como sempre Chrys!

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Fofa!
      Hahahahahaha se depender da gente sua lista vai ficar gigantescaaaaaa...
      Leia, dê uma certa atenção, pois o Ricardo merece!

      Beijos

      Excluir
  14. Oi amiga! Estava esperando sua resenha para decidir se comprava o livro, e sim, definitivamente eu vou ler, adorei saber mais detalhes da obra e parece ser o tipo de leitura que vai me deixar presa do começo ao fim. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cida,
      Acredito que você vá gostar sim, tanto quanto eu!
      Depois me conta!!!
      Beijos

      Excluir
  15. Adorei a resenha e mesmo não gostando muito de fantasia, acho que esse é um livro que difere das demais por mostrar um amadurecimento em relação a alguns outros que são meio bobinhos. Tá aí um ótimo livro para eu comprar quando puder.

    ResponderExcluir
  16. Oi! Adoro livros com narrativas assim que te prendem, quero saber como os corpos ficaram em tal estado e como o corpo da Lisa ficou sem cicatrizes? Será que ele encontra a filha? Ahhh são tantas perguntas que só lendo o livro para conhecer as respostas. Achei legal o seu feedback para o escritor e espero que suas sugestões o ajudam a melhorar ainda mais sua forma de escrever.
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Já li várias críticas positivas do primeiro livro do Ricardo, mas nunca tive a oportunidade de ler, mas agora, depois dessa resenha show do novo livro, como posso continuar ignorando o fato desse ator brasileiro, escrever tão bem e eu ainda não ter lido nada dele, não dá mesmo! E mesmo sendo um gênero que eu não sou muito fã que é a fantasia, percebi o quanto a historia pode empolgar, porque contém um suspense muito grande, fiquei aqui querendo saber o o porque das mortes daquela forma, o porque de Lisa ter sido queimada e porque levaram a filha do Johnny! Enfim, uma historia empolgante demais pra não ser lida e é claro que vou ler, já entrou pra lista de desejados! Parabéns pela resenha nota 10! :)

    ResponderExcluir
  18. Oi Chrys! Amei a dica, já tinha ouvido falar no autor mas sua obra anterior não me chamou a atenção, está pelo contrário se destacou aos meus olhos, parece ser uma trama bem misteriosa! Quanto ao bandeijão da discórdia, não sei ensino médio, mas no fundamental quando eu estudava em Itaúna Mg, lá tinha, mas o ensino era em tempo integral. Mas nunca vi em nenhum outro lugar não... hahaha Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li o outro livro do autor, que elogiam bastante.
    Mas este conseguiu me chamar mais a atenção que o anterior. Acho que comprarei em breve, e ainda Nacional. orgulho total.

    ResponderExcluir
  20. Tenho que assumir que estou desesperado por essa leitura. O Ricardo foi uma das grandes surpresas que tive esse ano.
    Gosto de como ele cruza os mistérios que no começo parecem não ter nada em comum.
    Parabéns para o autor!

    Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Chrys... Li a resenha já imaginando as cenas do filme. Ainda não tinha visto esse assunto nos livros nacionais. Quando ao bandejão, acho que todos nós que lemos e assistimos aos filmes queríamos que tivesse esse momento na escola... :D

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  22. Não conheço o trabalho do autor ainda, visto que 72 horas está nos meus desejados, mas ainda não foi lido. Pelo visto ele gosta de deixar seus leitores tensos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!