29 janeiro 2013

De tudo um pouco # 6 - O mito que inspirou Jogos Vorazes

Oi gente,

Quando gosto de uma história eu me jogo. Eu quero saber tudo sobre tudo. Foi assim com Harry Potter, foi assim com Crepúsculo e está sendo assim com Jogos Vorazes.



A inteligência depositada nesta história e a distopia inovadora me conquistaram e tenho que me redimir perante Suzanne Collins!

Em uma de suas entrevistas, Suzanne revelou o momento em que a história se mostrou a seus olhos e, como a  mitologia a ajudou a desenvolvê-la. Altas horas da madrugada, zapeando, Suzane se viu entre canais de cobertura da guerra e canais com reality shows:


"Certa noite, estava eu lá sentada trocando de canais e numa emissora havia um grupo de jovens competindo por... não sei bem o quê, talvez dinheiro. E, noutra, havia jovens lutando numa guerra real. Eu estava cansada, e as fronteiras entre um programa e outro começaram a se diluir de uma forma bastante inquietante, e eu pensei nesta história".


O mito grego do Teseu x Minotauro teve grande influencia no mundo criado por Suzanne, além de muito interessante, vamos conferir?

O Minotauro é uma das figuras mais conhecidas da mitologia grega, com sua cabeça de touro em um corpo humano, ele disseminou o medo e o terror na população grega.

O Minotauro era filho de Minos, que pediu ajuda ao deus dos mares, Poseidon para se tornar rei de Creta. Em troca, Poseidon pede que Minos sacrifique, em sua homenagem, um touro branco que sairia do mar.

Minos ao avistar o touro, ficou tão encantado com sua beleza que não teve coragem de sacrificá-lo, matando outro touro e colocando-o em seu lugar, esperando que o deus não percebesse a troca.

Furioso com a atitude do então Rei Minos, Poseidon castiga Minos, fazendo com que sua esposa Pasífae se apaixonasse pelo touro. Pasífae fica grávida do touro, nascendo o Minotauro. Desesperado, o Rei Minos pediu a Dédalos que construísse um labirinto gigante, no subsolo do palácio, de modo prender a criatura.

Numa guerra desencadeada pela morte do filho de Minos (Androceu) pelos atenienses, Creta venceu e dominou Atenas. Como castigo pela morte do filho do Rei, Minos determina que todo ano, sete rapazes e sete moças sejam enviados ao labirinto para serem devorados pelo Minotauro.

Após o 3º ano de sacrifício, o herói grego Teseu se apresenta voluntariamente para ir a Creta enfrentar o Minotauro. Chegando lá, Ariadne, filha do Rei Minos se apaixona por Teseu e resolve lhe ajudar, entregando-lhe um novelo de lã para que o herói ao adentrar no labirinto, consiga voltar ao ponto de origem.

Com cuidado Teseu se escondeu entre as paredes do labirinto e matou a criatura e libertou alguns atenienses que ainda estavam vivos dentro do labirinto.

Este foi um dos mitos mais contados na época da Grécia Antiga, passando o ensinamento de pais para filhos, de modo a fazê-los entender o que aconteceria àquele que desrespeitasse ou enganasse um deus.

Achei a inspiração muito interessante, inteligente e a autora soube aproveitar todas as aberturas e adaptar muito bem, transformando um mito em uma trilogia fantástica!!!

Outra observação e devoção à mitologia grega é que a abertura e apresentação dos tributos foi feita com a condução destes em carruagens, como na época dos Gladiadores.



E você, conhecia essa história?

Comente o que achou e o que acha de Jogos Vorazes, vou adorar saber!!!

Beijos







14 comentários:

  1. Juro que não sabia de nada disso, estou lendo o terceiro volume e até agora estou amando, apesar de não conseguir amar uma saga com amo Harry Potter.
    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal neh Lu?!
      Estou amando essa série, mas devo confessar que acredito que nenhuma superará minha devoção a Harry Potter.

      Beijos

      Excluir
  2. Nossa, que legal! Eu sabia da parte do reality show e da guerra, que inspiraram Collins a escrever Hunger Games, mas não sabia do mito do Minotauro no meio. Muito interessante saber as inspirações para a criação de histórias e personagens. Às vezes até te ajuda a entender melhor o que se passa no livro!

    http://eulivrotulivras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ajuda mesmo Ana...
      Parece que dá mais ânimo saber o que se passou na mente da autora no momento da criação.

      Beijos

      Excluir
  3. Não sabia que existia um mito!
    Adorei!
    Deu medinho
    ahauahuahaua
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem várias outras menções à mitologia, filosofia e política...
      Gosto de saber que a autora estudou pra escrever um livro.

      Beijos

      Excluir
  4. Amei Jogos Vorazes e confesso que não sabia sobre esse lance da inspiração da autora. Agora que sei que teve mitologia na jogada, ficou ainda mais interessante.

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nossa ñ Fazia ideia! E tem todo o sentido! Super interessante !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jessica!
      É interessante e inteligente neh?!

      Beijos

      Excluir
  6. Oiiie!! Caraca não sabia disso, super legal o post, ou melhor, super interessante e inteligente...Parabéns
    Ainda não li os livros, tenho o box, mais ainda não deu tempo :x
    Beijos
    Brubs

    ResponderExcluir
  7. Nossa! MUITO interessante esse post! Não fazia ideia que JV foi inspirado nesse mito, muito legal por sinal. Por isso é com saber de mitologia! hahaha
    Adorei o lance do labirinto. *_*

    blog-exlibris.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Chrys suas pesquisas em descobrir tudo o ronda um livro é sempre bem interessante, percebe-se que a série realmente te conquistou.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  9. Sério que foi inspirado nesse mito? O: Já conhecia e me interesso bastante por mitologia!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!